Farense-Sporting, 2-3 (destaques)

Pedro Lemos , Estádio S. Luís, Faro
30 set 2023, 22:55

Sangue frio vindo da Suécia

A FIGURA: Gyökeres

O sueco continua a mostrar créditos, jogo após jogo. É um daqueles jogadores que dá tudo em campo, aliando ao poderio físico os golos. Por duas vezes, foi chamado à marca dos 11 metros e, em ambas, não vacilou. Os dois golos, apesar de terem sido marcados de penálti, deram a vitória – e a liderança a este Sporting.

 

O MOMENTO: Penálti ao cair do pano e liderança isolada (88m)

Depois de ter alcançado uma vantagem confortável de dois golos, os leões pareciam prestes a desperdiçar a oportunidade de chegar, de forma isolada, ao topo do campeonato. Valeu aquele penálti, já aos 89m, marcado pelo sueco Gyökeres porque a verdade é que os leões nunca conseguiram tirar um grande partido da vantagem numérica.

 

OUTROS DESTAQUES:

Mattheus Oliveira:

Pode haver sportinguistas que não se lembram da passagem fugaz do brasileiro pelo Alvalade. Mas hoje, qualquer adepto leonino certamente não esquecerá o nome de Mattheus Oliveira. O médio brasileiro, filho de Bebeto, foi um dos homens do jogo, apontando dois grandes golos, ambos de livre direto. Uma noite para recordar para Mattheus.

 

Pote:

Tem andado mais afastado dos golos, mas hoje apontou um dos tentos da noite… e que golo! À entrada da área, Pedro Gonçalves rematou colocado, com a bola a entrar junto ao poste de Ricardo Velho. Começou na frente de ataque, mas na segunda parte recuou para o meio campo devido à saída de Hjulmand.

 

Hjulmand:

O médio dinamarquês tem sido um dos destaques da época leonina, mas hoje esteve longe de se exibir a bom nível. O primeiro golo do Farense surge de uma falta, desnecessária, de Hjulmand à entrada da área. O dinamarquês arriscou ainda a expulsão, quase no final da primeira parte, numa entrada imprudente sobre Fabrício.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Mais Lidas

Patrocinados