CDS aposta em novos nomes para cabeças de lista às legislativas

Gonçalo Nuno Cabral | CNN Portugal , Notícia atualizada às 22:43
15 dez 2021, 15:28

Entre os cabeças de lista destacam-se quatro independentes nos círculos eleitorais de Castelo Branco, Évora, Beja e Portalegre

PUB

O Conselho Nacional do CDS-PP aprovou esta quarta-feira a lista de deputados às próximas eleições legislativas, marcadas 30 de janeiro de 2022. O partido apostou na escolha de novos nomes entre os cabeças de lista, pelo que os lugares elegíveis são ocupados por novos deputados. Destacam-se ainda quatro independentes nos círculos eleitorais de Castelo Branco, Évora, Beja e Portalegre.

Francisco Rodrigues dos Santos encabeça a lista de candidatos a deputados pelo partido em Lisboa, tendo o ex-líder José Ribeiro e Castro como "número dois". A lista é composta também pela vogal da Comissão Política Nacional Margarida Bentes Penedo em terceiro e o líder da Juventude Popular, Francisco Camacho, em quarto.

PUB

Em 2019, a então presidente do partido, Assunção Cristas, foi cabeça de lista por Lisboa e apostou em Ana Rita Bessa para “número dois”. Nesse mesmo ano, Francisco Rodrigues dos Santos foi "número dois" pelo círculo do Porto, mas falhou a eleição.

Eis os cabeças de lista do CDS:

Aveiro - António Loureiro; José Pinheiro; Maria do Céu; Duarte Novo; e António Carlos Monteiro;

PUB
PUB
PUB

Bragança -  António Lemos Mendonça, advogado;

Vila Real - Vítor Pimentel, empresário e presidente Associação Empresarial do Alto Tâmega;

Viana do Castelo - Joana Mendes, advogada, licenciada em Direito pela Universidade Católica Portuguesa e membro da Assembleia Municipal de Ponte de Lima;

Porto - Filipa Correia Pinto, advogada; Fernando Barbosa, empresário; Pedro Vilas Boas Tavares, professor universitário;

Braga - José Paulo Areia de Carvalho, advogado e antigo deputado do CDS;

Lisboa - Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS; José Ribeiro e Castro; Margarida Bentes Penedo, vogal da Comissão Política Nacional; Francisco Camacho, presidente da Juventude Popular (JP);

Setúbal - Cecília Anacoreta Correia, porta-voz do CDS e professora universitária na Faculdade de Direito de Lisboa;

Leiria - António Galvão Lucas, gestor e empresário na área da comunicação e publicidade e coordenador do Gabinete de Estudos do CDS;

Viseu - Manuel Marques, jurista e presidente da Associação Nacional de Ovinos da Serra da Estrela;

PUB
PUB
PUB

Guarda - João Mário Amaral, empresário e presidente da Associação de Artesãos da Serra da Estrela;

Castelo Branco - Maria Inês Moreira, representante em Portugal da World Youth Alliance;

Coimbra - Jorge Alexandre Almeida, professor universitário;

Santarém - Pedro Melo, advogado e vice-presidente do CDS

Évora - Ana Costa Freitas (independente), reitora da Universidade de Évora;

Beja - Francisco Palma (independente), empresário agrícola e presidente Associação Agricultores Baixo Alentejo;

Portalegre- Bruno Batista (independente), empresário e marketeer, e ex-jornalista

Europa - Francisca Sampaio, filha do embaixador Luís de Almeida Sampaio, licenciada em Ciência Politica e Relações Internacionais pela Universidade Católica Portuguesa, mestre em Governance, Leadership and Democracy Studies pela mesma universidade, estando neste momento a fazer o Doutoramento. Trabalha na NATO desde 2019, em Bruxelas.

Círculo Fora da Europa (resto do mundo): Rahim Ahmad (independente), gestor e antigo membro do Conselho Diretivo do Sporting

PUB
PUB
PUB

Aprovação por videoconferência, Nuno Melo não participa

As lista dos candidatos às legislativas têm de ser entregues até à próxima segunda-feira, dia 20, nos tribunais de cada círculo eleitoral.

O CDS reúne-se esta quarta-feira por videoconferência para aprovar a lista, um evento na qual não vai participar o eurodeputado Nuno Melo, candidato à presidência do partido contra o atual líder, Francisco Rodrigues dos Santos. A decisão prende-se com a legitimidade da convocatória, explicou o eurodeputado.

Esta reunião surge um dia depois de Manuel Monteiro, antigo presidente do CDS, rejeitar integrar a lista de deputados do partido, depois de ter sido convidado por Francisco Rodrigues dos Santos para encabeçar as listas do Porto ou de Braga.

Nas últimas legislativas, em outubro de 2019, o CDS elegeu cinco deputados, nomeadamente João Almeida, pelo círculo de Aveiro, Telmo Correia (Braga), Assunção Cristas e Ana Rita Bessa (Lisboa), e Cecília Meireles (Porto).

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados