Seis homens identificados após ataques a imigrantes no Porto. Detido pela posse de arma ilegal fica em prisão preventiva

Agência Lusa , BCE
4 mai, 17:03
PSP (Foto: Facebook PSP)

O homem detido por posse de arma ilegal fica em prisão preventiva

Seis homens foram identificados e um foi detido, pela posse de arma ilegal, pela PSP, na sequência das agressões contra imigrantes, no Porto, na madrugada de sexta-feira, revelou o porta-voz da Polícia, Sérgio Soares. O homem detido por posse de arma ilegal e alegadamente envolvido em agressões a imigrantes ficou em prisão preventiva por ordem judicial, disse à Lusa fonte oficial da PSP.

Numa madrugada de sexta-feira no Porto, a PSP foi alertada cerca da 01:00 para uma agressão no Campo 24 de agosto, a dois imigrantes, por um grupo de quatro ou cinco homens que fugiu antes da chegada dos agentes da Polícia, referiu o porta-voz, indicando que os dois agredidos foram assistidos no Hospital São João.

Cerca de 10 minutos mais tarde, na Rua do Bonfim, 10 imigrantes foram atacados, na habitação onde estavam, por um grupo de 10 homens, munidos com paus e, a PSP ainda não conseguiu confirmar, por uma arma de fogo, referiu a mesma fonte.

Ainda segundo o responsável da PSP, cerca das 03:00, na Rua Fernandes Tomás, outro imigrante foi também agredido, por outros suspeitos, sendo que um deles usava uma arma de fogo.

Nesta altura, com o contingente de polícias reforçado foi, então, possível intercetar um dos suspeitos de agressão na Rua Santo Ildefonso, na posse de um bastão extensível, relatou.

Cerca das 05:00, foi intercetada a viatura usada no ataque da 01:00, com cinco suspeitos no interior e que foram todos identificados, acrescentou Sérgio Soares.

Dada a suspeita de existência de crime de ódio, o assunto transitou para a Polícia Judiciária, concluiu.

Relacionados

Patrocinados