Portugal
80'
1 - 1
Chéquia

Casar numa praia de nudismo? É o que esta cidade europeia está a planear

CNN , Julia Buckley
18 mai, 12:00
Praia Is Arenas (Massimo Piacentino/Alamy Stock Photo)

A praia de Is Benas, vizinha da mais famosa Is Arenas (na foto acima), vai realizar casamentos naturistas ainda este ano

Para as pessoas que querem comungar com a natureza, a Sardenha é já um dos melhores sítios da Europa para o fazer.

E agora há a oportunidade de se aproximar ainda mais - ao casar numa praia de nudismo na ilha.

A praia de Is Benas, a meio caminho da costa ocidental da Sardenha, parece prestes a tornar-se um destino para casamentos naturistas, depois de as autoridades locais terem optado por permitir que os casais se casem ao natural.

Luigi Tedeschi, presidente da câmara de San Vero Milis, a cidade mais próxima, revelou que as autoridades tiveram a ideia quando um casal alemão lhes escreveu a perguntar se seria possível casar na praia - que tem uma área designada para naturistas há dois anos.

Mas, embora muitos possam rir-se da ideia de trocar votos como a natureza pretende, Tedeschi - que teve a ideia original de designar uma parte da praia como nudista - disse que a razão para a abertura para casamentos era bastante mais séria.

"Penso que estamos a viver um momento delicado para a liberdade das pessoas, com os movimentos nacionalistas na Europa", afirmou.

"As pessoas protestam e são presas pela polícia ou são intimidadas. Por isso, penso que temos de fazer coisas para mostrar que as pessoas são livres. A maioria das pessoas quer liberdade, não um regime".

'Nada a ver com sexo'

O autodeclarado antifascista, que é presidente da câmara desde 2015, explicou à CNN que a parte central da praia de Is Benas sempre foi frequentada por nudistas. "Acabei de oficializar, para afirmar o direito à liberdade", afirmou - acrescentando que se trata de uma praia mista, onde naturistas e pessoas vestidas convivem.

"A nudez não tem nada a ver com sexo. Para [os naturistas] é uma filosofia de vida e está ligada à natureza", acrescentou.

"Deve ser respeitada - e porque não? Temos esta praia, um sítio que se presta brilhantemente ao naturismo. E depois pensámos: vamos fazer uma praia para casamentos. Se as pessoas quiserem casar nuas, podem fazê-lo".

Segundo o responsável, a parte central da praia de quatro quilómetros - que é ladeada por duas zonas regulares para pessoas com roupa - está parcialmente escondida. "Se alguém tiver algum problema, pode passar por lá ou olhar para o mar", disse.

No entanto, Tedeschi diz que ninguém na cidade - cuja população de 2.500 habitantes pode aumentar para 30.000 no verão - se queixou.

"Houve algumas piadas sobre se eu teria de estar vestido [para oficiar cerimónias] ou onde usaria a fáscia [a faixa de presidente da câmara], mas são apenas piadas. Fundamentalmente, toda a gente é a favor", conta.

As ruínas romanas de Tharros ficam ao fundo da estrada. Education Images/Universal Images Group Editorial/Getty Images

O objetivo é criar uma rede de praias naturistas em toda a Sardenha, explica Tedeschi. "Dessa forma, podemos criar um circuito onde [os naturistas] podem encontrar hospitalidade e podemos atrair um tipo de turismo muito respeitoso". Ao contrário das zonas da praia para pessoas vestidas, onde os visitantes muitas vezes deixam lixo, "a área reservada aos naturistas está sempre imaculada".

Aumentar o turismo de forma sustentável

A ideia é aumentar o turismo de forma sustentável. "Temos de ter um intercâmbio cultural - não grandes hotéis, mas pequenas ofertas de alojamento que contam a história da região. Isso só pode acontecer se eu receber o turista em minha casa, dando-lhe de comer algo que eu fiz - e este tipo de turismo [naturismo] é perfeito para isso. Estão mais em contacto com a natureza".

A área em redor de San Vero Milis está ao nível das mais belas linhas costeiras da Europa. Há quase 17 quilómetros de praia dentro da jurisdição da própria cidade. Is Benas e Is Arenas, a praia adjacente mais famosa, são apoiadas por vastas dunas e um enorme pinhal por trás delas.

A segunda maior ilha do Mediterrâneo, a Sardenha é conhecida pelo seu interior montanhoso imaculado e pelas suas praias espetaculares, que os amantes dizem ser tão bonitas como as das Maldivas.

A ilha é também conhecida pelos seus vestígios arqueológicos. Ao fundo da estrada de San Vero Milis fica Tharros, uma cidade romana ainda de pé que domina uma fina península, com ruínas dos períodos fenício e nurágico antigo. A zona alberga também um dos achados arqueológicos mais intrigantes da Sardenha: os Giganti di Mont'e Prama, 28 figuras de pedra "gigantes" de soldados, cavaleiros e lutadores de boxe, que se pensa terem sido esculpidas por uma antiga civilização antes de serem ritualmente destruídas pela seguinte.

Quanto ao que os noivos irão vestir - segundo as notícias, as noivas teriam de usar um véu - Tedeschi disse que a decisão será deles.

"As pessoas podem vestir o que quiserem. Desde que o princípio seja afirmar a liberdade das pessoas, está tudo bem."

Europa

Mais Europa

Patrocinados