Suricatas, bufos-de-bengala, ouriços. GNR descobre quinta com animais exóticos no meio da floresta em Castelo Branco

26 jul, 14:37

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares recolheram 14 animais, 11 dos quais exóticos

No decorrer de uma ação de patrulhamento na segunda-feira, a GNR de Castelo Branco detetou uma quinta, no meio da floresta, com diversos animais exóticos. Uma mulher de 65 anos acabou por ser identificada e os animais, "em situação irregular", foram recolhidos.

A informação foi divulgada pela GNR através de um comunicado enviado aos órgãos de comunicação social. De acordo com o comunicado, foram encontrados "14 animais em situação irregular, 11 dos quais exóticos".

Tudo aconteceu "no decorrer de uma ação de patrulhamento no âmbito da Campanha Floresta Segura 2022". Os elementos do Núcleo de Proteção Ambiental detetaram, "no meio da floresta, uma quinta com diversos animais em situação irregular, alguns cuja detenção é condicionada mediante documentação e registo no âmbito da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagem".

Algumas das espécies encontradas estão sob ameaça de extinção, já outras são proibidas por serem "espécie invasora". Mas não só. Havia ainda espécies cuja "detenção é condicionada mediante alvará por parte do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas". 

Da ação resultou a recolha dos seguintes animais:

•    Dois suricatas;
•    Dois ouriços pigmeus africanos;
•    Dois Bufos-de-bengala;
•    Dois pavões brancos;
•    Duas codornizes;
•    Um alpaca;
•    Uma tartaruga aquática;
•    Um esquilo;
•    Um pavão azul.

No seguimento das diligências policiais foi identificada uma mulher de 65 anos, por não possuir qualquer documentação legal associada aos espécimes.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados