Assaltada base da ambulância de emergência do INEM na Maia

Agência Lusa , MM
25 abr, 11:29
INEM

Foi detetada a falta de um computador, várias peças de fardamento e comida

A base da ambulância de emergência médica da Maia do INEM foi assaltada esta quinta-feira, tendo sido roubados um computador e peças de fardamento do instituto, disse à Lusa fonte o Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar (STEPH).

Segundo o presidente do STEPH, Rui Lázaro, “ainda está a ser elaborada a lista de objetos em falta”, mas pelo menos várias peças de fardamento oficial do INEM foram furtadas, assim como o computador da ambulância, que o responsável considerou “indispensável à sua operacionalidade”.

“Falta o computador, várias peças de fardamento, comida e ainda estão a avaliar o resto”, adiantou.

Fonte da PSP confirmou a ocorrência, mas não adiantou mais detalhes.

Segundo o presidente do sindicato “trata-se do segundo assalto esta semana à mesma base, o que revela uma falta de segurança extrema para os profissionais do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica)”.

Rui Lázaro adiantou estes assaltos “são também consequência dos longos períodos de inoperacionalidade das ambulâncias do INEM”, durante os quais as bases, bem como as próprias ambulâncias, “ficam sem qualquer profissional por perto”.

Salientou ainda que a segurança dos profissionais do INEM “tem sido uma das preocupações do sindicato”, que diz ter alertado “por diversas vezes” o presidente do INEM.

“Contudo não foram adotadas quaisquer medidas que visem dar mais segurança aos profissionais”, acrescentou.

O presidente do STEPH disse ainda a ambulância agora assaltada esteve inoperacional desde segunda-feira às 21:00 até às 08:00 de quarta-feira. Depois, voltou a estar inoperacional desde as 20:00 de quarta-feira.

Esta base tinha sido inaugurada a 31 de janeiro deste ano.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados