Pelo menos oito mortos em terramoto no Afeganistão

CNN Portugal , BC com Lusa
5 set, 07:59
Sismo no Afeganistão

Número de vítimas poderá ser superior

Pelo menos oito pessoas morreram num terramoto que ocorreu no leste do Afeganistão, avança a agência de notícias estatal, citada pela Reuters, que adianta que o número de vítimas poderá vir a subir.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (United States Geological Survey, USGS na sigla original) registou um sismo de 5,3 na escala de Richter próximo da cidade de Jalalabad na madrugada de segunda-feira, cerca das 23:00 em Lisboa.

"Um terramoto ocorreu às 02:30 locais nas províncias de Cabul, Laghman, Kunar e Nangarhar", disse o vice-ministro para as Catástrofes Naturais afegão, Sharafuddin Muslim.

Recorde-se que, no passado mês de junho, um sismo no Afeganistão matou mais de 1.000 pessoas e destruiu edifícios em várias localidades do país.

O Afeganistão é frequentemente atingido por terramotos, particularmente na cordilheira Hindu Kush, que se situa na junção das placas tectónicas eurasiática e indiana.

Os abalos frequentemente têm consequências desastrosas, devido à fraca resistência das casas afegãs nas zonas rurais.

Em outubro de 2015, um forte sismo de magnitude 7,5 atingiu a cordilheira do Hindu Kush, passando pelo Afeganistão e Paquistão, matando mais de 380 pessoas em ambos os países.

Nos últimos meses, o Afeganistão também foi atingido por inundações repentinas que mataram cerca de 200 pessoas e destruíram milhares de casas em várias províncias.

Estas catástrofes representam um enorme desafio logístico para o Governo talibã, que se isolou de grande parte do mundo ao estabelecer um regime fundamentalista islâmico.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados