Compra de energia afeta balança da zona euro. Ou como passar de excedente a défice comercial de 32,4 mil milhões de euros

Agência Lusa , CV
15 jun, 12:52
União Europeia

Importações cresceram 39,4% devido, sobretudo, a um novo aumento nas importações de energia: 164,4% face a abril de 2021

A zona euro registou, em abril, um défice de 32,4 mil milhões de euros na balança comercial de bens que se deve principalmente a um aumento homólogo das importações no setor energético (164,4%), divulga esta quarta-feira o Eurostat.

De acordo com o serviço estatístico da União Europeia (UE), o défice de 32,4 mil milhões de euros registado, em abril, no comércio internacional de bens da zona euro compara-se com o excedente de 14,9 mil milhões de euros do mesmo mês de 2021.

As exportações de bens da zona euro para o resto do mundo atingiram os 223,9 mil milhões de euros, um avanço homólogo de 12,6% (198,9 mil milhões de euros).

Mas, por seu lado, as importações cresceram 39,4%, dos 183,9 mil milhões de euros para os 256,4 mil milhões de euros, devido sobretudo a um novo aumento nas importações de energia: 164,4% face a abril de 2021.

Na UE, o saldo da balança comercial de bens registou um défice de 43,6 mil milhões de euros, face a um excedente de 12,6 mil milhões de euros em abril do ano passado.

As exportações da UE para o resto do mundo atingiram os 198,5 mil milhões de euros em abril, uma subida homóloga de 10,8%, e as importações aumentaram 45,4% para os 242,1 mil milhões de euros.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados