Portugal tem 6,5 milhões de doses de vacinas em stock. Doações a outros países podem ser caminho para evitar destruição

3 jun, 22:16

Regulador europeu do medicamento deve aprovar vacinas mais eficazes, adaptadas às novas variantes, em setembro

Numa altura em que a Agência Europeia do Medicamento estima aprovar novas vacinas em setembro, Portugal tem em stock 6,5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. O número é adiantado à CNN Portugal pelo Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento. 

Os dois lotes em causa expirarão entre agosto de 2022 e julho de 2023, mas pode haver um destino alternativo para evitar o desperdício de vacinas.  
Na mesma resposta, o Infarmed detalha que "a existência de stock assume-se como uma medida de prevenção face à eventual evolução da pandemia, estando, paralelamente, a ser desenvolvidas estratégias bilaterais e europeias para disseminar as doações a países com necessidades adicionais".

No caso português foram identificadas "necessidades de doações na ordem das 5 milhões de doses" para outros países, havendo ainda a garantia de que "a nível europeu estão a ser desenvolvidos todos os esforços para minimizar e evitar a eventual destruição de doses, trabalhando com os fabricantes, parceiros globais e países terceiros".

Recorde-se que as vacinas que continuam a ser administradas e que estão aprovadas pelos reguladores da saúde ainda protegem contra a doença grave e morte, mas não têm em conta as variantes em circulação e são, progressivamente, cada vez menos eficazes, sobretudo na prevenção dos contágios.

Relacionados

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados