Álvaro Pacheco viajou para o Brasil com críticas ao V. Guimarães

19 mai, 11:37
Sporting-Vitória de Guimarães (Lusa)

Técnico diz que queria acabar a época no Vitória e que pode prová-lo

Álvaro Pacheco fala sobre a saída do V. Guimarães e admite que há algum tempo que não se sentia como parte do projeto do clube.

Em declarações antes da viagem para o Brasil, o antigo técnico dos vimaranenses refere ainda que treinar o Vasco da Gama é uma «grande oportunidade» para crescer e treinar jogadores com muito potencial.

«Sentia há muito tempo que não era o treinador do futuro e do projeto do V. Guimarães. Por isso aceitei a proposta do clube de rescindirmos o contrato que tinha da próxima época e, terminando esta época, cada um seguiria o seu caminho. No entanto, a três dias do jogo do Arouca, não o pude fazer. Se me perguntarem o porquê, têm de perguntar ao presidente. O que sei é que posso prová-lo e vou provar que queria fazer o jogo», começa por referir.

«O Vasco da Gama é uma grande oportunidade, vou treinar um grande clube brasileiro e mundial. Para mim, é um orgulho muito grande, vou com muita vontade de trabalhar. Têm uma mistura de jogadores experientes e jovens com muito potencial. Vejo ali muito potencial», acrescenta.

Álvaro Pacheco confessa ainda que o objetivo para a temporada era atingir os 62 pontos na classificação, algo que o clube acabou por conseguir, mas com outro treinador.

«Acreditávamos que íamos fazer história, acreditávamos muito que íamos ser capazes de passar a barreira dos 62 pontos. Mas pronto, infelizmente não foi permitido, não consegui fazer o último jogo», conclui o técnico.

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados