Prisão perpétua para autor de ataque que causou 11 mortos em Toronto em 2018

Agência Lusa , BC
14 jun, 06:14
(COLE BURSTON/AFP via Getty Images)

Alek Minassian, com 25 anos na data do ataque, tinha sido considerado culpado por um juiz canadiano há pouco mais de um ano. Atropelou dezenas de pessoas no passeio

O autor de um ataque que matou 11 pessoas no centro da cidade canadiana de Toronto, em 2018, foi condenado segunda-feira a prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional durante 25 anos.

Alek Minassian, com 25 anos na data do ataque, tinha sido considerado culpado por um juiz canadiano há pouco mais de um ano, em março de 2021.

A 23 de abril de 2018, a guiar uma carrinha, Minassian subiu o passeio, apontando como alvos os transeuntes ao longo de dois quilómetros.

Dez pessoas morreram e 16 ficaram feridas então. O número de óbitos aumentou para 11 no final de outubro de 2021, quando morreu uma mulher, após passar mais de três anos no hospital devido aos ferimentos.

O ataque foi associado à ideologia misógina do "incel", um termo que significa "celibato involuntário", um movimento que surgiu na internet e que se caracteriza por homens que acusam as mulheres de os rejeitarem sexualmente.

Foi o pior ataque de sempre em Toronto, uma cidade de seis milhões de pessoas.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados