Laver Cup: Tiafoe bate Tsitsipas e o Mundo destrona a Europa

25 set, 19:35
A equipa do Resto Mundo bateu a Europa e John McEnroe fez a festa em Londres

Europeus não venceram pela primeira vez este troféu

A equipa do Resto do Mundo conquistou este domingo pela primeira vez a Laver Cup em ténis, ao bater a seleção da Europa num triunfo assegurado pelo norte-americano Frances Tiafoe, após reviravolta frente ao grego Stefanos Tsitsipas.

Tsitsipas, sexto do ranking mundial, ainda venceu o primeiro set, por 6-1, mas Tiafoe recuperou no segundo, forçando o tie-break e salvando quatro match points, para vencer por 7-6 (13-11) e se impor no desempate, por 10-8, num embate que durou uma hora e 48 minutos.

O triunfo de Tiafoe, 19.º do mundo, selou o primeiro desaire da Europa em cinco edições da Laver Cup, dando a primeira vitória ao capitão John McEnroe, frente ao europeu Björn Borg, por 13-8, após quatro derrotas.

A equipa mundial chegou a este encontro em vantagem (10-8), graças à vitória do canadiano Félix Auger-Aliassime frente ao sérvio Novak Djokovic, por 6-3 e 7-6 (7-3), em uma hora e 35 minutos.

Depois de um primeiro dia impecável, com vitórias individuais e em pares, Djokovic, em equipa com o italiano Matteo Berrettini, perdeu também em pares, perante Félix Auger-Aliassime e o norte-americano Jack Sock, por 6-2, 3-6 e 8-10.

Após estes encontros, Djokovic admitiu ter sentido problemas no pulso direito nos últimos «quatro ou cinco dias».

«Os dois jogos de ontem [sábado] não me afetaram, mas hoje não foi fácil. Não consegui servir tão rápido e colocado como gostaria. Isso afetou todo o meu jogo. Não quero tirar o mérito da vitória [de Félix Auger-Aliassime], ele esteve espetacular, serviu muito bem e esteve muito confiante», explicou o sérvio.

O fim do domínio europeu foi celebrado por McEnroe com uma dança no centro do court do O2, em Londres, à qual se juntaram os seus comandados Taylor Fritz, Félix Auger-Aliassime, Diego Schwartzman, Alex de Minaur, Jack Sock e Tommy Paul, face à conquista de Tiafoe.

A Laver Cup de 2022 já se tinha tornado especial por marcar a despedida profissional do suíço Roger Federer, na sexta-feira, ao lado do espanhol Rafael Nadal, terminando com o primeiro desaire europeu, depois dos sucessos nas anteriores edições, disputadas em Praga, Chicago, Genebra e Boston.

Em 2023, a Laver Cup vai ser disputada em Vancouver, no Canadá.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados