Amorim: «O Hjulmand chegou aqui há um ano e é um líder»

Ricardo Gouveia , Estádio de Alvalade
18 mai, 23:22
FC Porto-Sporting (LUSA)

Treinador pouco preocupado com lacuna de experiência que podem ditar as saídas de Antonio Adán e de Luís Neto

As saídas de Antonio Adán e Luís Neto deixam o Sporting «desfalcado» de jogadores experientes, mas Ruben Amorim não está preocupado com o futuro e garante que há outros jogadores no balneário que, apesar de mais jovens, não deixam de ter estatuto e avança com os nomes de Pedro Gonçalves e também de Morten Hjulmand.

«A idade é um posto, digamos assim. Mas há a experiência das vivências que tivemos aqui. O Pote tem 25 anos, mas já viveu muito aqui, tem uma experiência, apesar de ter características diferentes de Neto e Antonio, dá para ver no campo«, começou por destacar.

Além de Pote, o treinador destaca ainda o nome de Hjulmand, o dinamarquês que chegou no início da época e que pegou de estaca na equipa.  «O Morten chegou aqui há um ano e é um líder. Tem haver com o carácter das pessoas, com a forma de estar. Não vai ser um problema. A nossa equipa é mais madura hoje. Nessa altura era mais velha, mesmo como o Feddal, jogadores mais velhos. Tem a ver com a experiência e o que já passámos aqui. Há muitos jogadores aqui que já passaram por um mau bocado, por um bom bocado e estarão preparados pelos desafios que virão aí. Não haverá problema», acrescentou.

Luís Neto foi titular no jogo de despedida e o nome do central ecoou nas bancadas de Alvalade nas duas vezes que o árbitro assinalou um penálti [o primeiro acabou por ser revertido pelo VAR], mas foi Viktor Gyoketes que foi chamado a converter.

«Eu percebo o que as pessoas estão a pedir, mas nós temos um trabalho para fazer e o Neto é principal culpado por essa mentalidade. Estamos a fazer um trabalho com seriedade até ao fim, portanto o melhor batedor, bateu o penálti. Se eles, lá dentro, quisessem mudar, não me ia opor», comentou ainda.

Quanto a Antonio Adán, também de saída de clube, o treinador afastou definitivamente a possibilidade do espanhol voltar à baliza na final da Taça de Portugal. «O António não vai conseguir jogar o final da Taça, será o Diogo Pinto a jogar a final», referiu ainda.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados