“É possível que seja batido nos próximos dias". Sicília passa a deter o recorde europeu de temperatura com 48,8ºC

Agência Lusa , AM
17 jul 2023, 22:32
Sicília (Associated Press)

Recorde foi registado em agosto de 2021

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta segunda-feira que verificou e confirmou os 48,8 graus centígrados (ºC) registados na Sicília em 2021 como recorde de temperatura na Europa continental, suscetível de ser batido durante a atual vaga de calor.

Esta agência da Organização das Nações Unidas, que regista os fenómenos meteorológicos e climáticos extremos no mundo, verifica escrupulosamente todos os recordes anunciados relativos a temperaturas, chuva, seca, vento e relâmpagos.

“A OMM aceitou um novo recorde de temperatura para a Europa continental de 48,8 ºC medidos na Sicília, em 11 de agosto de 2021”, indicou a instituição baseada em Genebra.

“É possível que este recorde seja batido nos próximos dias, com a intensificação da vaga de calor”, admitiu a OMM.

O recorde anterior era de 48ºC, medidos em Atenas, em 10 de julho de 1977.

Os arquivos da OMM foram criados em 2007 por Randall Cerveny, relator da entidade para os eventos climáticos externos e professor da Geografia na Universidade estadual do Arizona.

Espanha regista 47 graus Celsius e aproxima-se do recorde de temperatura

O calor voltou a sufocar Espanha esta segunda-feira, com temperaturas de 47 graus, próximas do recorde absoluto no país (47,6), e "anormalmente altas" para a época do ano, observou a agência espanhola de meteorologia (Aemet).

O mercúrio atingiu esta segunda-feira os 47 graus em Villarrobledo, no sul, no final da tarde, aproximando-se do recorde de 47,6 graus medido em 14 de agosto de 2021 na cidade andaluza de La Rambla, de acordo com medições da agência estatal Aemet.

Ainda no sul, a temperatura ultrapassou os 44 graus em várias cidades das províncias andaluzas de Córdoba e Jaén.

Espanha enfrenta, assim, a terceira onda de calor este verão, poucos dias depois da anterior, e com “temperaturas muito altas e incomuns, embora já estejamos no período mais quente da temporada do ano”, publicou a agência de meteorologia no Twitter.

Estas temperaturas "anormalmente altas" estão hoje "5 a 10°C acima da média em grande parte do interior da península e das Ilhas Baleares". A situação vai piorar na terça-feira, já que em alguns lugares o mercúrio pode estar "entre 10 a 15°C" acima do normal.

Relacionados

Clima

Mais Clima

Patrocinados