Casal norte-americano que desapareceu num veleiro a caminho dos Açores dá sinal de vida quase duas semanas depois

25 jun, 23:51
Casal americano desaparece a caminho dos Açores (Fonte: Guarda Costeira dos EUA)

Yanni Nikopoulos e Dale Jones já estão a regressar a casa, depois da embarcação em que seguiam ter sido atingida por um relâmpago

O casal norte-americano que tinha sido dado como desaparecido durante uma viagem a Portugal já foi localizado, encontrando-se agora a viajar de regresso a casa, no estado da Virginia.

A Guarda Costeira dos Estados Unidos confirmou que o homem e a mulher, ambos com 65 anos, contactaram as autoridades esta sexta-feira para dizer que estavam a salvo e a caminho de Hampton. No momento da chamada estavam a cerca de 129 quilómetros de Chincoteague, e ambos garantiram que estavam bem e não precisavam de assistência.

Yanni Nikopoulos e Dale Jones desapareceram depois de uma viagem de veleiro até aos Açores. A embarcação foi encontrada com alguns danos, depois de ter passado uma zona de tempestade a 13 de junho. Desde então que nada se sabia do casal, que tinha saído de Hampton a 8 de junho a caminho do arquipélago açoriano.

Quatro dias depois da última comunicação de Dale Jones com a família, a filha da velejadora, preocupada  por não conseguir falar com a mãe, alertou a Guarda Costeira, no dia 17 de junho. Apesar de o casal não ter uma data definida para o regresso após os danos na embarcação, esperava-se que já tivessem chegado naquela altura aos Estados Unidos.

Acabaram por conseguir ligar para a filha de Dale Jones para dizerem que a embarcação tinha sido atingida por um relâmpago, pelo que acabaram por entrar num bote salva-vidas para regressar a casa. À altura estavam a 740 quilómetros da Virginia.

Passaram-se depois cinco dias até que a filha voltasse a saber notícias, mas a Guarda Costeira acabou por confirmar que ambos estavam são e salvos: “Estamos extremamente contentes por saber que a Yanni e o Dale foram encontrados sãos e salvos”, afirmou James Cifers, daquela autoridade, em declarações citadas pela agência Associated Press.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados