Casal norte-americano desaparecido durante viagem de barco a Portugal

CNN Portugal , FMC
24 jun, 10:04
Casal americano desaparece a caminho dos Açores (Fonte: Guarda Costeira dos EUA)

Veleiro de Yanni Nikopoulos e Dale Jones foi atingido por uma tempestade quando o casal de norte-americanos viajava no Atlântico, na direção dos Açores

Um casal de norte-americanos está desaparecido há mais de uma semana, depois de ter partido de veleiro dos EUA rumo ao arquipélago dos Açores. Yanni Nikopoulos e Dale Jones, ambos de 65 anos, velejavam quando foram atingidos por uma tempestade no dia 13 de junho e, desde então, não voltaram a entrar em contacto com os familiares.

No dia 8 de junho, o casal partiu da marina de Hampton, no estado norte-americano da Virgínia, com destino ao arquipélago português. Ao Washington Post, a filha de Dale Jones contou que, a 13 de junho, a mãe disse-lhe que uma tempestade tinha danificado as velas da embarcação, chamada Kyklades, e que teriam de regressar mais cedo do que o previsto.

Embarcação Kyklades. Fonte: Guarda Costeira dos Estados Unidos

Connie Terrell, da Guarda Costeira dos EUA, disse ao jornal que o casal tinha uma vela de reserva, mas que não há certezas sobre "se foram capazes de fazer reparações no mar e continuar para os Açores ou se deram meia volta e foram mais para norte".

Quatro dias depois da última comunicação de Dale Jones com a família, a filha da velejadora, preocupada  por não conseguir falar com a mãe, alertou a Guarda Costeira, no dia 17 de junho. Apesar de o casal não ter uma data definida para o regresso após os danos na embarcação, esperava-se que já tivessem chegado naquela altura aos Estados Unidos.

No comunicado emitido na terça-feira, a Guarda Costeira norte-americana informou que o veleiro se encontrava a cerca de 460 milhas náuticas (cerca de 850 quilómetros) da cidade de Virginia Beach quando fez o último contacto para terra. 

Terrell, da Guarda Costeira, disse ao Washington Post que acredita que o casal não esteja em perigo, mas que as autoridades estão a tentar localizá-los. Apesar de não terem ainda iniciado as buscas oficialmente, contactaram as autoridades dos Açores, Bermudas, e Canadá e recorreram a dois meios aéreos para monitorizar a área de onde foi feita a última comunicação. 

As autoridades norte-americanas estão ainda a tentar localizar os telemóveis e o sinal do rádio do barco, num esforço para reduzir a área de busca, revelou também Brian Gainey, responsável da Guarda Costeira.

"É muito trabalho de detetive, mas está tudo ao serviço de encontrar estas duas pessoas e trazê-las de volta às suas famílias", sublinhou.

Semanas antes da viagem aos Açores, Dale Jones publicou um vídeo no Facebook que mostrava o veleiro do casal durante uma tempestade inesperada.

Na legenda das imagens, partilhadas a 16 de maio, a norte-americana escreveu que o vento "era tão forte que inclinou o barco para bombordo". E acrescentava: "Acho que é uma pequena amostra do que se pode esperar de vez em quando".

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados