Federação do Uruguai crítica: «Tossem ao lado de Ronaldo e marcam penálti»

5 dez 2022, 00:03
Cristiano Ronaldo festeja com João Félix o 1-0 no Portugal-Gana

Presidente, Ignacio Alonso, assume responsabilidades desportivas pelo desempenho da seleção, mas deixa reparos a lances da fase de grupos

O presidente da Associação Uruguaia de Futebol (AUF), Ignacio Alonso, assumiu responsabilidades desportivas pela prestação do Uruguai no Mundial 2022, no qual a seleção sul-americana ficou pela fase de grupos, mas apontou a incidências durante os jogos no Qatar.

«A equipa teve momentos distintos. Não foi um contínuo. Houve momentos baixos e momentos altos, houve fatores de sorte. Podemos falar do jogo com a Coreia, podíamos ter empatado tranquilamente com Portugal e houve fatores de arbitragem: entendemos que houve dois ou três erros», referiu Ignacio Alonso, em declarações à Teledoce, transmitidas este domingo.

O Uruguai ficou no terceiro lugar do grupo H, com quatro pontos, os mesmos da Coreia do Sul, segunda classificada, que levou a melhor pelo critério de desempate dos golos marcados, face à mesma diferença (4-4 dos sul-coreanos, 2-2 dos uruguaios), num grupo ganho por Portugal, com seis pontos. O Gana ficou em último, com três pontos. E, entre outros, apontou ao jogo de Portugal com o Gana que o dirigente uruguaio apontou, nomeadamente ao lance do penálti de Cristiano Ronaldo, que ditou o primeiro golo do triunfo luso, por 3-2.

 

«Não quero entrar por outros jogos… Mas tossem ao lado de Ronaldo e marcam penálti», exemplificou.

«Através da CONMEBOL, o senhor Colina reconheceu que tinha sido um penálti mal assinalado», referiu, ainda, em alusão ao penálti que dá o 2-0 a Portugal ante o Uruguai, apontado por Bruno Fernandes e no qual foi assinalada uma mão na bola de Giménez.

Por outro lado, falou do vínculo com o selecionador Diego Alonso.

«Quando chegarmos a Montevidéu, vamos juntar-nos e conversar. Uma coisa é pausa e reflexão uma semana, cada um tem de ter reflexão. Outra coisa é ter confiança num treinador. Se o trouxemos, é porque temos confiança», referiu Alonso, em declarações. Logo a seguir questionado sobre uma eventual renovação com Diego Alonso, o presidente da AFU respondeu: «Vamos ver dentro de dias».

Relacionados

Mundial 2022

Mais Mundial 2022

Patrocinados