As cinco recomendações do Governo para não se deixar apanhar pela Ómicron

17 dez 2021, 18:00
Ministra da Saúde, Marta Temido (ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA)
Ministra da Saúde, Marta Temido (ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA)

Ministra da Saúde falou ao país: anunciou que vai aumentar o número de testes gratuitos, sublinhou que a variante Ómicron aponta para uma “aparente menor gravidade da doença e da letalidade” mas que se prevê “um agravamento” sobre os serviços de saúde

PUB

A "lição", como Marta Temido referiu na conferência de imprensa, já foi estudada e poucas dúvidas restam sobre os comportamentos a adotar perante uma nova variante da covid-19, mais transmissível mas cujo impacto nas hospitalizações é ainda desconhecido. E para que os especialistas possam ter tempo para avaliar todas as informações, o Governo fez esta sexta-feira um conjunto de recomendações aos portugueses.

São cinco as recomendações (e ainda um anúncio sobre testes nas farmácias) para enfrentar uma variante que, dentro de uma semana, será já dominante em Portugal e no final do ano representará mais de 90% dos casos de covid-19.

PUB

Perante o cenário que Portugal enfrenta neste momento, é recomendado aos portugueses que mantenham o foco nas medidas preventivas:

  1. vacinação;
  2. uso de máscara;
  3. testagem, nomeadamente antes das reuniões familiares;
  4. restrição de contactos e evitar ajuntamentos;
  5. arejamento de espaços interiores.

 

 

Neste momento, os dados analisados da variante Ómicron apontam para uma "aparente menor gravidade da doença e da letalidade", quando comparada com a Delta, dominante em Portugal, porém prevê-se "um agravamento" sobre os serviços de saúde, alertou Marta Temido.

PUB
PUB
PUB

 

Nesse sentido, e para que os portugueses possam conseguir realizar mais testes à covid-19, a ministra da Saúde anunciou que vai aumentar o número de testes gratuitos por pessoa, que está agora fixado em quatro por mês. O novo número de testes gratuitos não foi revelado, mas a medida “poderá avançar já na semana que vem”, indicou, fazendo depender a decisão do “contexto a observar” nessa altura.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados