União Europeia apela a respeito pelos resultados eleitorais no Brasil

Agência Lusa , AM
28 out, 11:52
Josep Borrell  (EPA/KENZO TRIBOUILLARD)

Josep Borrell lembrou ainda que instituições políticas não devem ser postas em causa

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, apelou esta sexta-feira ao respeito pelos processos eleitorais e ao bom funcionamento das instituições democráticas, em vésperas da segunda volta das presidenciais no Brasil.

Falando em Buenos Aires, no final de uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da UE e da Comunidade de Estados Latino-americanos e do Caribe (CELEAC), Borrell salientou, citado pela EFE, que “nestes dias em que a região vive processos eleitorais importantes e em que ainda estamos a sofrer as consequências da pandemia [da covid-19] e da guerra [lançada pela Rússia contra a Ucrânia], quero fazer um apelo ao bom funcionamento das instituições democráticas”.

O Alto Representante para a Política Externa da UE adiantou também que as instituições políticas “são o garante dos processos eleitorais”, não devendo ser postas em questão e salientando haver a obrigação de “aceitar os resultados”.

A campanha eleitoral do presidente Jair Bolsonaro, que tenta a realização, tem insinuado a existência de favorecimento à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula da Silva venceu a primeira volta das eleições com 48,4% dos votos e Bolsonaro recebeu 43,2%, pelo que os dois candidatos terão de se enfrentar numa segunda volta marcada para 30 de outubro.

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados