Presidente do Santos pede perdão: «A dor vai acompanhar-me para sempre»

9 dez 2023, 11:34
Cortejo fúnebre de Pelé (Lusa)

Andres Rueda está de saída do Peixe após a descida à Série B. Dirigente apelou ao voto em dia de eleições no clube e lamentou-se pela despromoção

A última jornada do Brasileirão ditou a descida do Santos. Pela primeira vez na sua história, o Peixe vai disputar a Série B do futebol brasileiro e perante este cenário, os adeptos derramaram lágrimas, incendiaram carros junto à Vila Belmiro imediatamente após a derrota com o Fortaleza.

No dia seguinte, um grupo de adeptos do Santos tentou invadir o estádio do clube para procurar o presidente Andres Rueda. Ora, o responsável máximo do histórico emblema de São Paulo pediu desculpas aos adeptos e apelou ao voto de forma «pacífica e ordeira» nas eleições deste sábado.

«Nação santista, em nome da gestão do Santos, quero pedir perdão do fundo do meu coração. Errei, estou completamente arrasado por este triste capítulo. É uma mancha na nossa história gloriosa. E essa dor, vai acompanhar-me para sempre. As dificuldades financeiras que passámos não justificam o fracasso desportivo que tivemos. Tentámos acertar, dedicámo-nos dia e noite, mas os desafios administrativos e financeiros dividiram as nossas forças. Ninguém pensaria num resultado como este que trouxe tanta tristeza a todos os santistas. Peço, encarecidamente, que votem este sábado para que o clube tenha mudanças e que volte ao seu lugar. Peço desculpas na esperança de que o Santos recupere a sua força com o apoio dos adeptos que nunca abandonaram a equipa nos momentos mais complicados e que certamente, vão mostrar toda a sua força e amor incondicional esteja o Santos onde estiver», disse, num vídeo divulgado na redes sociais do clube.

Para as eleições deste sábado, a imprensa brasileira diz que são esperados 16 mil sócios do Santos. Há cinco candidatos ao cargo de presidente do clube: Marcelo Teixeira, Rodrigo Marino, Ricardo Agostinho, Maurício Maruca e Wladimir Matos. Por seu turno, Andres Rueda, que ocupa o cargo desde 2021, não é candidato e vai deixar o Santos. 

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados