Saiba tudo sobre o Euro aqui

De Gea: «Peço desculpa aos adeptos, isto não é o Man. United»

20 nov 2021, 17:35
David de Gea

Guarda-redes fala em «embaraço» e «pesadelo» depois do desaire diante do Watford

«Embaraço» e «pesadelo» foram duas das palavras a que David De Gea recorreu para explicar o desaire do Manchester United diante do Watford (1-4) este sábado. O guarda-redes espanhol diz que é «fácil» apontar o dedo ao treinador Ole Solskjaer, mas diz que a culpa é dos jogadores.

«Não há muito a dizer, é muito embaraçoso ver o Manchester United jogar da forma como jogou hoje. Não é aceitável a forma como estamos a jogar e a fazer as coisas. É fácil culpar o treinador ou o staff, mas às vezes a culpa é dos jogadores. Temos de mostrar muito mais do que estamos a mostrar», começou por destacar o guarda-redes logo após o final do jogo.

De Gea foi ainda mais longe na autocrítica. «A primeira parte foi terrível, podíamos ter sofrido quatro golos em 45 minutos. Foi muito difícil ver a equipa jogar como jogou hoje, foi um pesadelo atrás de outro pesadelo. Não é aceitável», reforçou.

Das criticas a um pedido de desculpas dirigido aos adeptos. «Estamos a tentar dar o nosso melhor e a lutar pela equipa, mas de certeza que há algo que está errado. Isso é bem visível nos jogos, é um nível muito baixo, muito pobre. Peço desculpa aos adeptos, mais uma vez. Isto não é o Manchester United ou não é a forma como devíamos jogar, é difícil dizer mais do que isto», prosseguiu.

Para De Gea, os problemas já vêm de trás e não se limitam ao desaire deste sábado. «Já está a ser mau há muito tempo. Um clube como o United tem de estar a lutar por troféus e por grandes objetivos e, para ser sincero, estamos muito longe disso. Vamos ver, temos de continuar a trabalhar e estarmos unidos. Estamos sempre a dizer a mesma coisa, mas é verdade. Temos de olhar para nós próprios e perceber onde temos de melhorar», referiu ainda.

Relacionados

Patrocinados