Rui Rocha defende imigração com dignidade e direitos

Agência Lusa , PF
27 fev, 14:26
Rui Rocha (Miguel A. Lopes/Lusa)

Líder da Iniciativa Liberal criticou a “péssima decisão do PS” em extinguir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) nos termos em que o fez

O presidente da Iniciativa Liberal defendeu esta terça-feira uma imigração com dignidade e com direitos, criticando a “péssima decisão do PS” em extinguir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) nos termos em que o fez.

À margem de uma reunião na Associação de Agricultores do Sul, em Beja, e questionado sobre as afirmações de Pedro Passos Coelho, que participou na segunda-feira, em Faro, num comício da AD, acusando o PS de ter aumentado a insegurança no país, que associou à imigração, Rui Rocha escusou-se a comentar, contrapondo a sua visão sobre a matéria.

“Nós precisamos de ter uma estrutura que trata do controlo de fronteiras, que trata do acolhimento de quem quer trabalhar em Portugal e, portanto, é fundamental termos uma estrutura, chame-se SEF, chame-se AIMA [Agência para a Integração Migrações e Asilo], chame-se como entender, a funcionar nessa matéria”, afirmou.

Criticando a “péssima decisão” do PS em extinguir o SEF nos termos em que o fez, o dirigente liberal defendeu que as pessoas que entrem em Portugal entrem com visto de procura de trabalho ou com contrato de trabalho para não serem, depois, empurradas para esquemas de abuso, de exploração e de tráfico de seres humanos.

E acrescentou: “Nós somos completamente contrários a qualquer visão de exploração de seres humanos, sejam eles quem forem”.

Decisão 24

Mais Decisão 24

Patrocinados