«Tanto tempo sem ganhar deixa marca, temos de ir ao mercado»

27 nov 2021, 21:25
Boavista-Estoril
Boavista-Estoril

João Pedro Sousa diz que derrota em Arouca «reflete a insegurança da equipa»

PUB

Declarações de João Pedro Sousa, treinador do Boavista, na conferência de imprensa após a derrota no terreno do Arouca (2-1):

«Há dois momentos que são decisivos e condicionantes no nosso jogo. Até sofrermos o primeiro golo, tivemos uma entrada insegura, se calhar fruto do resultado do jogo passado, em que cometemos muitos erros. Depois de sofrer golos, organizámo-nos e chegámos ao final da primeira parte a controlar um pouco o jogo. Na segunda parte, começámos a dominar, a chegar várias vezes chegar à zona de finalização e fizemos o golo do empate. Só que surge novo momento de insegurança. Ficámos inseguros, começámos a repartir o jogo. Houve momento em que fomos dominados pelo Arouca e ficámos sujeitos a lances deste género nos instantes finais. Foi um pouco injusto, mas reflete a insegurança da equipa. Não tivemos capacidade de controlar e dominar o jogo depois do golo do empate.

PUB

[Mercado]

O problema emocional existe. Estamos há muito tempo sem ganhar. Somos exigentes, tanto sempre sem ganhar deixa marca. Independentemente disso, vamos ao mercado. Temos de nos organizar a tempo para não passarmos pelas dificuldades que passámos no início da época. Acrescentar qualidade e quantidade, mas não é o único problema. Ele é mais complexo do que isso, mas hoje tínhamos três jogadores Sub-19 no banco. Eles têm qualidade, mas ainda não estão preparados para jogos desta dimensão e com este ritmo competitivo. Temos de ir ao mercado.»

PUB
PUB
PUB

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Patrocinados