Dois membros de gangue acusados de três crimes de homicídio qualificado

Agência Lusa , AM
16 mai, 07:49
PSP (Foto: Facebook PSP)

Jovens foram também indiciados por um crime de detenção de arma proibida

O Ministério Público (MP) acusou dois homens que estavam indiciados pela prática de três crimes de homicídio qualificado, agravados pelo uso de arma de fogo, no âmbito da criminalidade entre grupos de jovens rivais desavindos da Amadora e Queluz.

Em comunicado, a Procuradoria da República da comarca de Lisboa Oeste informa que o MP deduziu a acusação em abril contra os dois arguidos com idades entre os 18 e os 21 anos e que alegadamente serão membros de um gangue conhecido pela designação “A27”.

Os jovens foram também indiciados por um crime de detenção de arma proibida.

Um dos arguidos ficou em prisão preventiva e o outro com termo de identidade e residência e apresentações periódicas na autoridade policial.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados