Stephen Breyer anuncia a reforma, Biden vai ter a oportunidade de cumprir uma promessa - nomear uma mulher negra

26 jan, 17:49
Stephen Breyer

Vêm aí mudanças no histórico e fundamental Supremo Tribunal dos EUA

O juiz do Supremo Tribunal norte-americano Stephen Breyer anunciou esta quarta-feira que planeia reformar-se no final deste ano, após mais de 27 anos no cargo, avança a CNN. Espera-se que o juiz da ala liberal, nomeado pelo presidente Bill Clinton, em 1994, se mantenha no cargo até ao final do seu mandato, quando a sua substituição estiver confirmada.

Stephen Breyer, de 83 anos, é o membro mais velho do Supremo Tribunal norte-americano. A decisão vai dar a oportunidade a Joe Biden de fazer a sua primeira nomeação para o Supremo Tribunal. No entanto, a Casa Branca recusou-se a comentar a decisão de Breyer.

"Sempre foi de qualquer juiz do Supremo Tribunal a decisão sobre se e quando se deve aposentar e como anunciá-lo. Esse continua a ser o caso. Não temos detalhes ou informações adicionais a partilhar", afirmou a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, numa publicação no Twitter.

Apesar de ainda não ter comentado o anúncio de Stephen Breyer, Joe Biden afirmou por várias vezes no passado a sua vontade de nomear uma mulher negra para o Supremo Tribunal.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

E.U.A.

Mais E.U.A.

Patrocinados