Baía conversou com Mourinho e pediu desculpas

26 set 2002, 10:47

Guarda-redes alvo de processo disciplinar A suspensão mantêm-se, mas a atitude do jogador e as palavras de Pinto da Costa são sinais de uma resolução pacífica.

Vitor Baía esteve quarta-feira no Centro de Treinos do F.C. Porto para conversar com José Mourinho. O guarda-redes terá pedido desculpas ao treinador e também aos colegas de equipas, na sequência dos incidentes que levaram à sua suspensão e à instauração de um processo disciplinar, assumindo que teve um acto irreflectido, do qual não se orgulhava.

O guarda-redes terá tido a mesma atitude em relação à SAD do clube, a cuja sede se dirigiu para receber a nota de culpa do processo em que está envolvido. Baía continua sob alçada disciplinar do clube e suspenso de toda a actividade, mas parece clara a vontade de resolver o assunto do modo mais pacífico possível.

As declarações de Pinto da Costa vão também nesse sentido. O presidente do clube garantiu que o jogador vai ficar no clube e que a situação se vai resolver «com tranquilidade».

Leia ainda:

F. C. Porto: treino à porta fechada e sem Baía

Pinto da Costa diz que Vítor Baía continua no F.C. Porto

F.C. Porto: Vítor Baía suspenso de toda a actividade

F.C. Porto: discussão com Mourinho motivou processo a Vítor Baía

Ricardo Carvalho: «Estou triste porque Baía é meu amigo»

«Caso» Baía: recorde os acontecimentos

Patrocinados