Ano letivo vai começar sem medidas anticovid nas escolas

8 ago, 07:20
Crianças na escola

REVISTA DE IMPRENSA Governo realça, no entanto, que o Ministério da Educação e a DGS estão em “permanente articulação” para que possam ser aplicadas medidas caso a evolução da pandemia o justifique

O próximo ano letivo irá começar sem quaisquer medidas anticovid em vigor nas escolas. A informação foi adiantada pelo Ministério ao jornal Público.

“No contexto atual, a abordagem aos casos de suspeita ou confirmação de infeção por SARS-CoV-2 é implementado através das medidas e ações constantes na Norma 004/2020, cuja última atualização data de 06/07/2022. Deste modo, não existem medidas específicas para as escolas, e de acordo com as orientações da DGS, compete a cada um o cumprimento de medidas não farmacológicas de prevenção da infeção, na perspetiva de saúde pública”, pode ler-se na resposta escrita daquele ministério ao diário.

No entanto, o Governo realça que o ministério liderado por João Costa e a DGS estão em “permanente articulação” para que possam ser aplicadas medidas caso a evolução da pandemia o justifique.

O Público adianta também que os diretores das escolas não receberam qualquer comunicação da tutela ou da DGS, algo que o presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima, defende que seja feito.

O dirigente afirma ainda esperar que este ano letivo marque “o regresso à normalidade das escolas antes da pandemia”. “É isso que esperamos, um ano letivo sem quaisquer medidas nas escolas”, afirma.

Relacionados

Educação

Mais Educação

Patrocinados