MNE diz que consulado em Estrasburgo acompanha morte de dois portugueses em incêndio em França

Agência Lusa , MJC
28 dez 2021, 19:41
Incêndio em prédio em Villerupt
Incêndio em prédio em Villerupt

Um casal português morreu em Villerupt , na sequência de um incêndio no prédio onde morava

PUB

O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) confirmou esta terça-feira a morte de dois portugueses em França, na sequência de um incêndio em 24 de dezembro, e garantiu que o consulado de Portugal em Estrasburgo está a acompanhar o caso.

"O Ministério dos Negócios Estrangeiros confirma e lamenta a morte de dois cidadãos nacionais num incêndio que deflagrou na sexta-feira, dia 24, num apartamento na cidade francesa de Villerupt", afirmou o MNE, em resposta a questões colocadas pela Lusa ao gabinete da secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

PUB

Segundo o MNE, "o caso está a ser acompanhado pelo consulado geral de Portugal em Estrasburgo, que está em contacto com as autoridades francesas e com os familiares das vítimas".

Mas, até ao momento, não foi solicitado apoio ao posto consular, revelou.

No domingo, o Jornal do Luxemburgo noticiou que um incêndio num edifício na noite de consoada tinha causado a morte de um casal português, Filipe Antunes, de 33 anos, e Ângela Silva, de 45, em Villerupt, França.

PUB
PUB
PUB

Segundo o jornal, o fogo, combatido por mais de 50 bombeiros, começou no primeiro andar do prédio onde morava o casal português. Mas rapidamente as chamas se propagaram ao segundo andar, onde os dois portugueses foram encontrados já mortos, pelos bombeiros.

No incêndio, cujas causas ainda são desconhecidas, ficaram ainda feridos mais três moradores do prédio e um bombeiro, que foram hospitalizados.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados