VÍDEO: Botafogo goleia com Tiquinho e Danilo Barbosa em destaque

22 abr, 09:04
Artur Jorge, treinador do Botafogo (Twitter Botafogo)

Artur Jorge viu os seus pupilos dominarem na receção ao Juventude. Quanto ao São Paulo, os nervos do Goianiense foram chave

Na terceira jornada do Brasileirão, Artur Jorge liderou o Botafogo para o segundo triunfo consecutivo, desta feita na receção ao Juventude (5-1). O técnico português apostou no médio Danilo Barbosa – ex-Sp. Braga e Benfica – e no avançado Tiquinho Soares como titulares.

Num arranque de jogo pleno de eficácia, Júnior Santos inaugurou o marcador, ao cabo de cinco minutos. Poucos depois, aos 9m, Tiquinho Soares dobrou a vantagem, de penálti.

Até ao intervalo, a missão do Juventude tornou-se ainda mais complicada, face à expulsão de Lucas Freitas, castigado aos 8 e 37 minutos.

No segundo tempo, e apesar da resposta dos visitantes, o Botafogo voltou a dobrar a vantagem num ápice, ora por Danilo Barbosa, aos 54m, ora por Savarino, aos 61m, de livre direto. Já com Carlos Eduardo – ex-FC Porto e Estoril – em campo, Danilo Barbosa até bisou, aos 67m, mas o golo foi anulado.

Ainda assim, o «Fogão» atingiu a mão cheia de golos, marca garantida por Jacob Montes, aos 80m.

No caminho para o derradeiro apito, o Juventude ainda aplicou o golo de honra, por Danilo Boza, aos 85m.

Ora, o Botafogo é terceiro classificado, com seis pontos, menos um que os líderes Bragantino e Flamengo. Na tarde do próximo domingo (15h), Artur Jorge visita o «FLA».

De modo a acalmar alguma euforia dos adeptos, Artur Jorge avisou, em conferência de imprensa, que há aspetos por melhorar.

Após dois jogos a somar pontos, o Juventude conhece pela primeira vez o travo da derrota. São décimos, com quatro pontos, em igualdade com Fortaleza, Bahia, Fluminense, Palmeiras e Cruzeiro. Segue-se a receção ao Athletico Paranaense, no domingo.

 

«Tricolor» encontra via do triunfo

O São Paulo venceu na visita ao Atlético Goianiense, por 0-3. Num encontro de toada única, o «Tricolor» contou com o avançado André Silva – ex-Vitória de Guimarães – de início. Em sentido contrário, James Rodríguez não constou da convocatória.

O triunfo dos visitantes desenhou-se a partir do minuto 14m, quando André Silva assistiu Jonathan Calleri para o 0-1.

Mais golos, só na segunda parte. Aos 51m, o defesa Luiz Felipe fez penálti e foi expulso, por agressão. Luciano assinou o 0-2.

De cabeça perdida, Gabriel Barros – que havia visto amarelo aos 48m – foi expulso aos 63m.

Assim, foi com naturalidade que o São Paulo encontrou a via do terceiro golo. Aos 76m, Ferreirinha consumou o triunfo dos forasteiros.

Duas derrotas depois, o São Paulo encontrou, por fim, o caminho dos triunfos. Ocupa o 14.º lugar, com três pontos. A 30 de abril (terça-feira) há receção ao Palmeiras (12.º).

Por sua vez, o Goianiense continua sem vencer, ocupando o 19.º posto, em igualdade com o Cuiaba (20.º). Segue-se a visita à Internacional (6.ª), a 29 de abril (segunda-feira).

 

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados