Lula à frente de Bolsonaro em novas sondagens na véspera das eleições 

29 out, 22:24
Debate entre Lula e Bolsonaro

Resultados das sondagens da Datafolha e do IPEC, um dia antes de os brasileiros voltarem às urnas, consolidam vantagem de Lula da Silva na corrida à presidência, mas com crescimento de Bolsonaro

Lula da Silva tem 52% dos votos válidos contra 48% obtidos por Bolsonaro na sondagem da Datafolha na véspera da eleição. Estes novos resultados representam uma queda de 1% do ex-presidente que na sexta-feira, nos mesmos critérios, tinha 53% dos votos válidos contra 47% do presidente incumbente.

Com uma margem de erro de dois pontos para mais ou menos e com a subida de Bolsonaro nas sondagens, no limite da margem de erro, pode ocorrer um empate técnico em termos de votos válidos, que excluem votos brancos ou nulos, tal como os indecisos.  

Já na categoria de votos totais, que englobam todos os perfis anteriores, Lula consegue 49% (tinha 49% na sexta-feira) e Bolsonaro, 45% (44% na última sondagem). Cerca de 4% dos inquiridos pela Datafolha diz que vai votar em branco ou nulo (menos 1% do que na sexta-feira) e 2% (número igual à última sondagem) afirma estar ainda indeciso sobre se vai votar em Lula ou em Bolsonaro.

Em todas as sondagens feitas pela Datafolha, no período de campanha eleitoral para a segunda volta das eleições presidenciais, Lula tem conseguido ficar à frente de Bolsonaro, ainda que o presidente incumbente tenha conseguido oscilações positivas e um crescimento da aprovação do seu governo.

No mesmo sentido, a derradeira sondagem do IPEC, divulgada este sábado, aponta também para uma vantagem de Lula da Silva em termos de votos válidos, com 54% versus 46% de Jair Bolsonaro. Este último levantamento foi feito entre quinta-feira e sábado. Já relativamente aos votos totais, os resultados do IPEC revelam 50% de intenções de voto em Lula contra 43% de Bolsonaro.

Os resultados destas sondagens surgem após o assassinato de Reginaldo Camilo dos Santos, um político brasileiro do Partido dos Trabalhadores (PT) de Lula perto de sua casa. Conhecido como Zezinho,  tinha concorrido a deputado federal nas eleições de 2 de outubro, onde recebeu cerca de 9.000 votos, mas não foi eleito. Em 2020, foi candidato a liderar o município de Jandira, ficando em terceiro lugar, conseguindo assegurar o lugar de vereador.

Na primeira volta, Lula recebeu 57,2 milhões de votos (48,4%), e Bolsonaro, 51,07 milhões (43,2%).

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados