Contas da jornada: pode haver campeão nacional, mas só domingo

12 mai 2023, 09:29
João Mário e Evanilson no FC Porto-Benfica

O que pode ficar definido no fim de semana

A luta do título ficou praticamente reduzida a dois após a 31.ª jornada da Liga 2022/23. A vitória do Benfica sobre o Sp. Braga não retirou matematicamente os minhotos da luta, mas deixa-os praticamente fora, pois só podem ser campeões nacionais se igualarem os 80 pontos do Benfica e o FC Porto fizer menos do que ambos. Para a próxima jornada, as contas simplificaram-se, portanto, sabendo de uma coisa: pode haver campeão no fim de semana, embora só no domingo.

A vitória do FC Porto em Arouca não alterou grande coisa quanto à hipótese de haver campeão no próximo fim de semana. Isso seria sempre uma possibilidade independentemente do 1-0 desta segunda-feira. Porém, só de um modo pode haver título. Se o Benfica vencer em Portimão, sábado, e o FC Porto perder no domingo no Dragão com o Casa Pia.

Se os azuis e brancos pontuarem, nunca haverá campeão seja qual for o resultado do Benfica no Algarve. Um empate do FC Porto e uma vitória das águias deixaria a classificação em 83 para o Benfica, 77 para os portistas. Uma vez que o confronto direto está anulado pelos resultados entre ambos (1-0 para o Benfica no Dragão, 2-1 para o FC Porto na Luz), o critério seguinte é a diferença de golos, o que não fecharia em definitivo o campeonato.

FC Porto pode fechar o segundo lugar, o Sp. Braga o terceiro

O FC Porto pode também ele garantir desde logo o segundo lugar e a entrada direta na Liga dos Campeões 2023/24. Para isso, necessita de fazer melhor resultado que o Sp. Braga, pois no mínimo ficaria com seis pontos de diferença, ou seja, os mesmos que ficariam por disputar nos dois jogos seguintes. O FC Porto tem vantagem no confronto direto com o Sp. Braga.

Os arsenalistas podem ficar com o terceiro lugar em definitivo se vencerem o Santa Clara em casa e o Sporting perder em Alvalade com o Marítimo.

Luta na Europa: fica tudo arrumado?

O Arouca é a equipa mais bem colocada para garantir um lugar europeu em 2023/24. Para isso, a equipa de Armando Evangelista tem sempre de vencer o Estoril. Por essa altura, já saberá os resultados dos concorrentes, mas um triunfo basta-lhe se o Desportivo de Chaves não ganhar ao Paços de Ferreira.

A Europa pode ficar toda definida se Arouca e Vitória de Guimarães vencerem, Chaves e Famalicão perderem e o Casa Pia e o Boavista não vencerem o FC Porto e o Gil Vicente, respetivamente. Aliás, os gansos e as panteras ficam automaticamente eliminados da lide europeia se não pontuarem no Dragão e em Barcelos.

Despromoção: ainda há vida, mas…

Se pode haver campeão no domingo, pode haver salvação na segunda-feira. O Estoril pode garantir a permanência se vencer o Arouca na Amoreira e o Marítimo não ganhar em Alvalade. Aliás, se os madeirenses não saírem com três pontos de Lisboa, o Gil Vicente garante mais um ano de I Liga, independentemente do que fizer na sexta-feira com o Boavista.

De resto, só mesmo um triunfo madeirense pode fazer descer alguém. Caso o Marítimo vença o Sporting, o Santa Clara cai para a II Liga se não ganhar ao Sp. Braga e o Paços também desce se não pontuar em Chaves.

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados