Confrontos: 54 adeptos detidos nas celas da PSP no Estádio da Luz

9 dez 2021, 08:54

28 adeptos ucranianos e dois portugueses foram assistidos em Santa Maria

PUB

Os 54 adeptos detidos na noite de quarta-feira, durante confrontos registados junto ao Estádio da Luz, ainda antes do Benfica-D. Kiev, estão nas celas da PSP no Estádio da Luz, apurou a CNN Portugal.

Os detidos conhecem nas próximas 48 horas as medidas de coação.

PUB

A CNN Portugal apurou, ainda, que 28 adeptos ucranianos e dois portugueses foram assistidos no Hospital Santa Maria, em Lisboa, feridos nos confrontos e que, entretanto, já tiveram alta.

No local, após os confrontos, a subcomissária da PSP Laura Bicheiro adiantou que as autoridades foram chamadas pelas 19:30 para tentar separar elementos afetos aos dois clubes, tendo sido recebidas com arremessos de "pedras, garrafas e tochas", o que as "obrigou" a recorrer a meios de coação.

De acordo com a subcomissária, 12 adeptos foram assistidos pelo INEM no local e transportados com ferimentos ligeiros para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

"Estamos a falar de dificuldades respiratórias e pequenos traumas nos membros superiores e inferiores", informou.

PUB
PUB
PUB

Quanto aos detidos, a subcomissária afirmou que serão presentes a primeiro interrogatório judicial. Por apurar está, ainda, o que originou os desacatos.

Polícia ferido após arremesso de pedra

Segundo apurou a CNN Portugal junto de fonte policial, pelo menos um agente da PSP ficou ferido após o arremesso de uma pedra durante os desacatos.

Questionada se os confrontos terão sido potenciados pela falta de efetivos das forças de segurança no local, Laura Bicheiro afirmou que o policiamento era o "adequado" para este tipo de ocorrências.

"Este tipo de confrontos são normais pelas rivalidades, mas nada tiveram a ver com a questão do policiamento no local, que era o adequado para estas situações", assegurou.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados