David Malpass demite-se de presidente do Banco Mundial

15 fev 2023, 19:55
Banco Mundial (SOPA Images/ Getty)

O norte-americano estava no cargo desde 2019, com um mandato que só terminava em 2024. Atitude perante as alterações climáticas podem ter precipitado a sua saída da instituição internacional

David Malpass vai sair do Banco Mundial a 30 de junho, avança a agência Reuters. O norte-americano estava no cargo desde 5 de abril de 2019, com um mandato de cinco anos. Em novembro do ano passado esteve envolvido numa polémica sobre o reconhecimento das alterações climáticas.

A uma pergunta sobre os dados científicos que suportam as alterações climáticas, Malpass respondeu: “Não sei, não sou cientista”. Um dia depois reconheceu que a resposta tinha sido inapropriada, recusou ser “um negacionista do clima” e afastou a sua demissão. Aliás, em entrevista ao Politico, o presidente do Banco Mundial disse que nenhum dos 187 países membros da organização pediram que a saída.

“Depois de muito pensar, decidi perseguir novos desafios”, refere Malpass, de 66 anos, citado no comunicado da instituição, que depois acrescenta que “esta é uma oportunidade para uma transição suave de liderança, à medida que o Grupo do Banco trabalha para enfrentar os crescentes desafios globais”.

Durante o seu mandato de quase quatro anos foi mobilizado um recorde de 440 mil milhões de dólares em resposta à pandemia. “Sob sua liderança, o Grupo Banco Mundial mais que duplicou o financiamento climático para países em desenvolvimento, atingindo um recorde de 32 mil milhões de dólares no ano passado”, indicou ainda a nota.

Relacionados

Líderes

Mais Líderes

Mais Lidas

Patrocinados