Fotografia de Adam Driver em tronco nu para a Burberry torna-se viral. Outra vez

CNN , Leah Dolan
8 ago, 19:51
Adam Driver na campanha da Burberry

Imagem publicada na semana passada do ator americano foi partilhada por milhões de pessoas. E lançou o debate sobre "o que é o olhar feminino". Não foi a única

Ao entrarmos em agosto, há um acessório definitivo a fazer manchetes de Verão: um invejável conjunto de abdominais esculpidos.

Na semana passada, Adam Driver voltou a tornar-se viral para uma campanha da Burberry em topless, promovendo a eau de parfum da marca "Burberry Hero". Descalço e em tronco nu, o ator pode ser visto a correr por uma praia deserta ao anoitecer, com um poderoso cavalo de cor de caramelo consigo.

Os dois seres mergulham juntos no oceano e emergem como um único animal, fundindo o romântico herói-sobre-cavalo com uma dose saudável de mitologia grega. Dirigido por Jonathan Glazer e fotografado por Mario Sorrenti, o anúncio da fragrância é uma continuação do primeiro anúncio "centauro", lançado pela marca há exactamente um ano, e que criou um frenesim.

A campanha de Driver sem camisa causou rapidamente um frenesim online. Crédito: Burberry

Os fãs do ator foram rápidos em propor que as imagens da campanha - que mostram Driver sem camisa mergulhado até à cintura em água azul cristalina - eram uma resposta unânime da sociedade à pergunta: "O que é o olhar feminino?" (Originário da teoria crítica feminista, o termo é tipicamente utilizado para descrever a arte que se desvia da perspectiva masculina objetivadora que domina a cultura moderna).

Mas o anúncio de Driver não foi, de forma alguma, o único torso de grande visibilidade da semana passada. Nem foi o único a tornar-se um ponto de discussão feminista.

No domingo, durante a final de futebol do Euro 2022 feminino, a inglesa Chloe Kelly causou um alvoroço quando celebrou um golo sem camisola no Estádio de Wembley, em Londres. Empolgada por ganhar o torneio pela primeira vez na história do seu país, Kelly correu pelo relvado e tirou alegremente a sua camisola "lionesa" para revelar um soutien desportivo da Nike e um estômago magro - um momento que já está a ser apelidado de "a imagem feminista da década".

Kelly a celebrar o golo vencedor na final do Euro Feminino da UEFA 2022 entre Inglaterra e Alemanha. Crédito: Maja Hitij/Getty

Revelando o feito da equipa, a celebração de Kelly não foi "por sexo ou espectáculo", escreveu a jornalista Lucy Ward, num tweet que já teve mais de 154 mil gostos, mas "apenas pela pura alegria do que ela pode fazer e pelo poder e capacidades que ela tem".

Moda

Mais Moda

Na SELFIE

Patrocinados