Contraofensiva faz disparar número de soldados feridos na Ucrânia. "Diria que é cinco vezes mais elevado, ou até mais do que isso"

17 set 2023, 22:14

À medida que avança a contraofensiva, dispara o número de soldados feridos, sobretudo na linha da frente.

O enviado especial da TVI (do mesmo grupo da CNN Portugal), Sérgio Furtado, esteve na frente de Zaporizhzia e visitou um dos hospitais improvisados onde são tratados muitos dos homens atingidos em combate.

Europa

Mais Europa

Patrocinados