Cinco meses de guerra: “Parece que ainda estamos muito longe de podermos ter um cessar-fogo das duas partes”

24 jul, 10:39

Helena Ferro Gouveia, especialista em assuntos internacionais, defende que “a postura da Rússia” pós-acordo para exportação de cereais - e que resultou num ataque ao porto de Odessa, um dos pontos de saída deste alimento - “não é surpreendente”, mas assume-se como “irritante”, até mesmo para a Turquia, que serviu, a par da ONU, de mediadora no entendimento com a Ucrânia.

Para a comentadora da CNN Portugal, os acontecimentos das últimas horas são a prova de que “há muito tempo que é difícil confiar na Rússia, o 24 de fevereiro veio mostrá-lo de uma forma muito clara” e que, mesmo passados cinco meses de conflito, “parece que ainda estamos muito longe de podermos ter um cessar fogo das duas partes”, sobretudo pelo facto de “a desconfiança das duas partes” tornar “difícil qualquer negociação” para o fim da guerra.

Europa

Mais Europa

Patrocinados