Aguiar-Branco insiste que não é "Ministério Público", "esquadra da polícia" ou "tribunal popular"

17 mai, 18:00

O presidente da Assembleia da República reitera que não vai impedir discursos que possam ser entendidos como racistas. Depois das críticas de vários partidos e depois de o PS anunciar que vai levar a decisão à conferência de líderes, Aguiar-Branco defende-se e diz que não é o Ministério Público.

Partidos

Mais Partidos

Mais Vistos

Patrocinados