“A tragédia que aconteceu em Dnipro mostra a brutalidade do exército russo”

15 jan, 09:49

Pavlo Sadhoka, presidente da , defende que “a única solução” para o fim do conflito está na frente de batalha e não numa eventual negociação de paz entre os dois países.

“A única solução é que uma das partes tem de ganhar esta guerra”, diz, acrescentando que “nós, ucranianos, achamos que vai ser a Ucrânia”.

O representante dos ucranianos em Portugal considera que “os crimes cometidos pelos russos chegaram a tal ponto que não há outra solução”, até porque, diz, “a tragédia que aconteceu em Dnipro mostra a brutalidade do exército russo”. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados