Saiba tudo sobre o Euro aqui

Carrinha prisional atacada: pelo menos dois guardas mortos, prisioneiro em fuga - França

TVI , MSM (artigo atualizado 13:40)
14 mai, 12:20
Polícia patrulha zona à volta da Gare de Lyon, em Paris, onde ocorreu um ataque com faca, que fez três feridos (EPA/Teresa Suarez)

Fugitivo já tinha sido preso várias vezes, nomeadamente por tráfico de droga e tentativa de homicídio

O ataque a uma carrinha prisional na portagem de Incarville, em Eure, França, fez pelo menos dois mortos entre os guardas prisionais que escoltavam um preso, nesta terça-feira de manhã, informam os meios de comunicação franceses.

Dois carros atacaram a carrinha que fazia a transferência de um recluso de Rouen para Évreux. Os autores do ataque terão usado artilharia pesada. Um dos assaltantes ficou ferido.

Os veículos usados na fuga acabaram por ser encontrados incendiados, revela o Le Parisien.

O fugitivo já foi preso várias vezes, nomeadamente por tráfico de droga e tentativa de homicídio, apurou o Le Fígaro.

As autoridades francesas montaram uma verdadeira caça ao homem, encerrando ainda uma parte da autoestrada A154 para facilitar a sua ação.

"Seremos intransigentes", lê-se numa mensagem de Emmanuel Macron. O presidente francês aponta ainda que o ataque "foi um choque" e que estão a ser feitos "todos os esforços para encontrar os autores deste crime, para que seja feita justiça em nome do povo francês".

"O plano "Épervier" foi ativado", aponta ministro do Interior Gérald Darmanin, na rede social X, acrescentando que "estão a ser utilizados todos os meios para encontrar estes criminosos". Foram "mobilizadas várias centenas de polícias", revela.

Na rede social X, o ministro da Justiça Éric Dupond-Moretti falou em "dois guardas prisionais mortos" e "três gravemente feridos", mas vários órgãos de comunicação social franceses apontam que se registaram três vítimas mortais.

Artigo atualizado

Europa

Mais Europa

Patrocinados