O verão está quase a chegar: junho já vai ser mais quente e o calor pode ficar até outubro

8 jun, 09:00
Praia em Portugal (Getty Images)

O fim de semana prolongado vai trazer temperaturas mais altas. Previsões para a próxima estação ainda não são muitas, mas já indicam uma tendência

O mês de junho marca a chegada do verão, mas começou com aguaceiros de norte a sul do país. Esta semana, o tempo já começou a mudar e vem aí um fim de semana prolongado com máximas que podem chegar aos 40 graus em alguns pontos do país. Mas será que o "bom tempo" vem para ficar?

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) para o mês de junho revelam que a temperatura estará acima dos valores habituais, prevendo-se mais três a seis graus no interior e entre um e seis graus na zona litoral.

"Há vários cenários, mas o mais provável é que o mês de junho seja considerado normal a quente", revelou Ricardo Deus, da Divisão de Previsão Meteorológica e Vigilância e a Divisão de Clima e Alterações Climáticas do IPMA, sublinhando, no entanto, que é mais difícil dar uma resposta meteorológica a longo prazo.

As previsões para os próximos dias indicam uma subida das temperaturas, sobretudo no interior, onde "vão subir para valores acima do habitual para a época, fazendo lembrar que o verão está próximo", adiantou a mesma fonte.

No entanto, na próxima segunda-feira, as previsões indicam que ocorrerá nova descida da temperatura máxima, que se acentuará no dia seguinte.

Calor está a chegar mais tarde?

Não. Podemos não nos lembrar, mas, no que diz respeito à temperatura do ar, os valores médios da temperatura no mês de maio (o último disponível para análise) foram sempre aumentando, sendo 2002, 2008 e 2013 as únicas exceções. "Maio de 2022 terá sido um dos mais quentes desde 1931", adiantou Ricardo Deus.

De acordo com os dados disponibilizados pelo IPMA, durante o mês de maio deste ano, as temperaturas estiveram quase sempre acima do valor médio mensal, realçando-se os dias 20, 27 e 28, em que a temperatura máxima do ar foi superior a 30 graus.

Já no que ao mês de junho diz respeito, nos últimos quatro anos, só em 2019 é que a temperatura foi inferior ao habitual. Nos restantes, as temperaturas estiveram próximas do valor médio.

O que podemos, então, esperar do verão? Já terá reparado que há temperaturas que estávamos habituados a ter só nessa estação e agora parecem manter-se elevadas nos meses seguintes, e isso mesmo foi confirmado à CNN Portugal por Ricardo Deus.

"Nos últimos 20 anos, nos meses de setembro e outubro, o valor médio da temperatura média do ar em Portugal continental foi quase sempre superior ao valor normal", concluiu.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados