Pedro Sánchez chega a Kiev com primeira-ministra dinamarquesa

CNN Portugal , com agências
21 abr, 08:52
Pedro Sánchez em Kiev

Está previsto um encontro entre os líderes da Espanha e Dinamarca com Volodymyr Zelensky

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, chegou esta quinta-feira a Kiev com a chefe do Governo dinamarquês, Mette Frederiksen, tendo ambos previsto encontrar-se com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, anunciou o governo espanhol.

O gabinete do chefe do executivo espanhol, em Madrid, informou a imprensa da presença de Sánchez na capital ucraniana com quem viajou acompanhada pela primeira-ministra da Dinamarca.

O governo espanhol já tinha anunciado na passada terça-feira que Sánchez iria deslocar-se à Ucrânia nos próximos dias, mas não precisou a data, nem mais detalhes da visita por razões de segurança.

"Nos próximos dias irei encontrar-me com o Presidente [Volodymyr] Zelensky e transmitir-lhe-ei o compromisso rotundo e inequívoco da UE, que é também o do Governo espanhol, da sociedade espanhola, a favor da paz" na Ucrânia, disse Pedro Sánchez na quarta-feira durante uma visita a um centro de acolhimento para refugiados ucranianos em Málaga, na Andaluzia (sul).

Os chefes dos executivos de Espanha e da Dinamarca seguem os passos de outros líderes europeus que se deslocaram a Kiev desde a invasão russa de 24 de fevereiro.

A Rússia lançou nesse dia uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A ofensiva militar causou já a fuga de mais de 12 milhões de pessoas, mais de 5 milhões das quais para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU – a pior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados