"Caixa negra" gigante reunirá todos os dados relativos ao clima para ajudar as civilizações futuras

CNN , Rachel Ramirez
13 dez 2021, 09:09
A Caixa Preta da Terra, na região australiana da Tasmânia, é uma estrutura do tamanho de um autocarro, indestrutível pela própria crise climática e projetada para sobreviver à humanidade.
A Caixa Preta da Terra, na região australiana da Tasmânia, é uma estrutura do tamanho de um autocarro, indestrutível pela própria crise climática e projetada para sobreviver à humanidade.

PUB

Sempre que for publicado um novo estudo climático, sempre que houver cabeçalhos nas notícias e publicações e tweets partilhados, uma caixa de aço gigante pousada numa planície de granito no estado australiano da Tasmânia irá registar tudo.

Com as suas espessas paredes de aço, armazenamento de baterias e painéis solares, os criadores da "Caixa Preta da Terra" dizem que a estrutura do tamanho de um autocarro será indestrutível pelos efeitos da crise climática e foi construída para sobreviver aos humanos.

PUB

Eventualmente, esperam os criadores, a caixa preta dirá às civilizações futuras como a humanidade deu origem à crise climática e como falhámos ou tivemos sucesso ao enfrentá-la. 

"A caixa funcionará como um registo indestrutível e independente da ‘saúde’ do nosso planeta", disse à CNN Jonathan Kneebone, artista e diretor do coletivo artístico Glue Society, que está envolvido no projeto. "Esperamos que responsabilize os líderes e dê origem a ações e reações por parte da população em geral."

Embora a construção da caixa só fique concluída no próximo ano, os discos rígidos já começaram a registar as descobertas baseadas em algoritmos e conversas, desde a Cimeira do Clima COP26 que se realizou em Glasgow, na Escócia, em novembro.  

PUB
PUB
PUB

"A Caixa Preta da Terra registará cada passo que dermos em direção a esta catástrofe”, escrevem os criadores do projeto, entre os quais estão investigadores da Universidade da Tasmânia e uma empresa de comunicações de marketing, a Clemenger BBDO.  "São centenas de conjuntos de dados, medições e interações relacionados com a saúde do nosso planeta que serão continuamente recolhidos e armazenados com segurança para as gerações futuras."

O monólito de aço documentará todas as conversas e artefatos relacionados com o clima do passado, presente e futuro, incluindo mudanças na temperatura da terra e do mar, a acidificação dos oceanos, a quantidade de gases de efeito de estufa na atmosfera, a população humana, o consumo de energia, as despesas militares, as mudanças de políticas e muito mais.

Segundo os seus fabricantes, a caixa estará repleta de drives de armazenamento e fará o download constante dos dados científicos da Internet, tudo isto alimentado por painéis solares e as baterias da estrutura.

PUB
PUB
PUB

Os criadores estimam que a caixa preta tenha a capacidade de armazenar dados suficientes durante as próximas três a cinco décadas, e continuam a trabalhar para aumentar os recursos de armazenamento que vão além do arquivo de histórias e compressão de dados.

Kneebone disse que os criadores ainda estão a tentar perceber quem poderá usar a caixa num futuro distante, uma vez que o acesso à mesma foi desenhado para ser difícil e exigiria uma tecnologia avançada.

Tal como a Pedra da Roseta, disse, eles pretendem usar vários formatos de codificação, incluindo simbolismo matemático para as inscrições analógicas a longo prazo em placas de aço, que incluiriam as instruções necessárias para descodificar a caixa por parte de quem a descubra.

“É impossível prever quem ou o que vai encontrar a caixa, mas podemos presumir que não terá qualquer utilidade a menos que seja descoberta por alguém ou algo inteligente e civilizado, com a capacidade de compreender e interpretar simbolismo básico", disse ele.

As gerações mais jovens podem beneficiar do projeto utilizando-o para encontrar soluções, uma vez que são essas gerações as mais ameaçadas por catástrofes geradas pelas mudanças climáticas no futuro, como os incêndios florestais que alteram a paisagem, as secas históricas, as ondas de calor escaldante e as inundações mortais que continuam a piorar a cada ano.

PUB
PUB
PUB

"É uma maneira muito criativa de abordar o que é, potencialmente, o pior resultado da crise climática, essencialmente criando este 'cofre do dia do juízo final' para os dados climáticos", disse à CNN Vladislav Kaim, um jovem ativista climático da Moldávia que faz parte do Grupo Consultivo de Jovens sobre as Mudanças Climáticas do Secretário-Geral da ONU.

Uma análise recente do  Climate Action Tracker alertou que, com as políticas atuais, não as propostas, mas sim o que os países estão realmente a fazer, o mundo encaminha-se para uma subida de 2,7 graus Celsius, acima dos níveis pré-industriais. Os cientistas já disseram que o planeta deve ficar abaixo dos 1,5 graus Celsius, se quiser evitar as piores consequências da crise climática.

Os criadores da caixa preta dizem que ela pode chamar à responsabilidade os políticos e os líderes empresariais pela maneira como lidam com as mudanças climáticas.

“Isto mostra até que ponto não há coerência no espaço climático para confiar em seja o que for que os políticos digam”, disse Kaim. "Envia uma mensagem muito forte de que a verdadeira caixa preta está nas mentes dos políticos, que tiveram todos os meios necessários para evitar a catástrofe, mas decidiram continuar a passar a bola até ser demasiado tarde."

PUB
PUB
PUB

Assim que a caixa preta for ativada, a biblioteca de dados climáticos ficará acessível através de uma plataforma online. Os visitantes também poderão ligar-se via wireless à caixa, que ficará num local remoto entre Strahan e Queenstown, na Tasmânia.

"Estamos a explorar a possibilidade de incluir um leitor eletrónico dentro da caixa que seja ativado com a exposição à luz solar, e que também reative a caixa se ela entrar num prolongado estado de inatividade em resultado de uma catástrofe", disse Kneebone.

À medida que a crise climática persiste, a caixa pode fornecer um modelo para uma solução para daqui a muitos anos.

“Nós determinamos como a história termina”, escrevem os criadores. "Só uma coisa é certa: as nossas ações, inações e interações estão agora a ser registadas." 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Clima

Mais Clima

Patrocinados