Amorim: «Paulinho fez grande exibição, mas acho que pode fazer melhor»

30 nov 2022, 23:52
Taça da Liga: Sporting-Farense

Sporting-Farense, 6-0 (reportagem)

Ruben Amorim, treinador do Sporting, em conferência de imprensa, depois da goleada ao Farense (6-0), no Estádio de Alvalade, em jogo da Taça da Liga:

Está mais contente com os golos marcados ou por não ter consentido golos?

- É difícil escolher. É importante para nós não sofrer golos, mas também é importante melhorarmos a eficácia, mesmo assim tivemos ocasiões claras de golos em que poderíamos ter definido melhor. Acima de tudo não demos grandes oportunidades ao Farense e fizemos seis golos. Hoje acabou por correr tudo bem.

Foi importante Paulinho voltar a marcar?

Ele já estava a viver um bom momento, não estava a marcar, mas estava mais solto com a bola, mais solto no primeiro toque, na primeira receção nos últimos jogos do campeonato. Tem trabalhado muito bem, depois as coisas aparecem. Quando se cuida do corpo e percebe-se onde é que se tem de melhorar, o Paulinho tem sido um exemplo disso, as coisas acontecem. Da mesma forma que já disse que o Paulinho mesmo não fazendo uma grande exibição ajudou muito a equipa, digo o contrário hoje, o Paulinho fez uma grande exibição, mas acho que ele pode fazer melhor, pode aproveitar mais as oportunidades. Portanto, tem de continuar a trabalhar.

Resultado expressivo depois da renovação, foi importante?

- O resultado é normal, não pela expressão, mas jogamos contra uma equipa do segundo escalão. Já aconteceu sermos eliminados por uma equipa do terceiro escalão. Quanto a mim, sinto uma grande responsabilidade, mesmo renovando. Apesar de ter três anos de renovação, tenho de lutar pela vida, pelos jogos, todos os domingos.

Essugo foi titular, mas saiu ao intervalo. Foi pelo amarelo que viu na primeira parte?

- Foi pelo cartão amarelo. Os jogadores naquela posição têm de parar as transições. Já aconteceu com o Palhinha nos últimos dois anos, quando via um amarelo ficava muito limitado. Aconteceu agora com o Essugo, não foi numa transição, mas deixou o jogador limitado. Sinto uma grande evolução dele, terá mais oportunidades, depende só do trabalho dele.

Além de Essugo, tem mais dois médios no Qatar, tem Daniel Bragança, hoje jogaram Mateus Fernandes e Sotiris. Vai haver empréstimos na reabertura do mercado?

- A ideia não passa por empréstimos, também temos a nossa segunda equipa. Como vimos o ano passado com o Quaresma e este ano com o Esteves, temos de pensar bem nos empréstimos, temos de pensar passo a passo. Temos de ter jogadores que estando na equipa B possam contribuir. Os empréstimos têm de ser mais no fim do ano do que agora. O Bragança só volta para o ano. Não vejo empréstimos em janeiro, não digo que não vão acontecer, mas a ideia é pensar os empréstimos  no fim do ano.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Mais Lidas

Patrocinados