"O Sporting não precisa de vender Gyökeres. Nem quer"

21 mai, 22:06

Francisco Salgado Zenha, administrador financeiro, garante que o Sporting tem recursos suficientes para segurar o jogador mais valioso do plantel.

O Sporting não está obrigado, "não precisa e não quer vender" o seu avançado Viktor Einar Gyökeres, garante Francisco Salgado Zenha, administrador financeiro da SAD. Mesmo se será o mercado que o irá decidir – até porque o jogador tem uma cláusula de rescisão.

A grande diferença é que, agora, o Sporting tem margem para tomar decisões, ao contrário do que acontecia no passado, explica Zenha. Durante o longo período da reestruturação financeira, os bancos credores – que começaram por assinar a célebre operação das VMOC, de que resultou um “perdão” indireto de dívida – tinham poderes sobre a SAD, nomeadamente condicionando o seu orçamento no que toca a custos, mas também recebendo parte das receitas em caso de vendas de jogadores. 

Agora, o Sporting está livre como um passarinho, confirma o gestor. Mesmo se o Sporting é um clube “vendedor de jogadores”, até porque isso faz parte da estratégia para ganhar força para competir com clubes europeus com receitas muito superiores.

As declarações de Francisco Salgado Zenha foram feitas à edição desta semana da rubrica As Pessoas Não São Números, que se dedica à análise sobre como o novo campeão nacional de futebol deu a volta às suas fragilidades financeiras e atinge agora valores recorde de volume de negócios e de lucros. 

Veja o episódio completo no vídeo no topo desta página.

 

Ficha técnica deste episódio

Autoria: Pedro Santos Guerreiro e António Prata
Imagem: Nuno Assunção e David Luz
Edição: João Ferreira
Grafismo: Rita Casaes e David Luz
 

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados