Valentina: autópsia confirma sinais de agressões e de violência

11 mai 2020, 22:29
Corpo de Valentina escondido num eucaliptal

Criança tinha lesões na cabeça e indícios de asfixia

A autópsia ao corpo de Valentina, a menina de 9 anos que morreu em Peniche, confirmou a existência de agressões e de violência, escreve a TVI24.

Segundo a Lusa, a menina tinha lesões na cabeça e indícios de asfixia. Fonte policia acrescenta que a criança terá sofrido agressões em vários locais, o que lhe causou diversas lesões.

Os resultados vêm assim confirmar a teoria da Polícia Judiciária de que Valentina foi morta em casa, num «contexto de violência» e não na sequência de um acidente, durante o dia de quarta-feira, tendo o corpo sido levado para a Serra d'El-Rei durante a noite do mesmo dia.

Relacionados

Patrocinados