PSD negociará com PS? "Com ele ou com outro", diz Rio. Já “bloco central ninguém vai fazer”

28 dez 2021, 14:05

Presidente do PSD disponível para negociar se não houver maioria absoluta nas legislativas. Mas não só com o PS: “todos devem estar disponíveis”, afirma em entrevista à CNN Portugal

PUB

Vai Rui Rio negociar com António Costa depois das eleições? “Com ele ou com outro”, responde. “Ninguém está a dizer que é com o Partido Socialista. O que tenho dito é que, não havendo uma maioria absoluta, todos devem estar disponíveis para negociar”.

A resposta é dada numa entrevista exclusiva, que será transmitida esta terça feira à noite na CNN Portugal. Esta é a segunda de uma série de quatro conversas diárias com líderes partidários, conduzidas pela jornalista Anabela Neves. Trata-se de conversas de perfil político num registo descontraído, caminhando por lugares importantes na atividade política dos políticos convidados.

PUB

A entrevista com Rui Rio foi feita antes de António Costa ter afirmado, também na CNN Portugal, que não negociará com Rio depois das eleições: “Esse é um cenário que nunca se colocará”, afirmou o primeiro-ministro.

Rio realça que tem "bom senso" mas refere que, numa lógica de negociação, há pontos estruturais de não abdica: "A minha área de especialidade não é a negociação. Vou para uma negociação com três ou quatro pontos que são estruturais, depois há mais 10 ou 20 que a gente pode negociar".

PUB
PUB
PUB

“Bloco central ninguém vai fazer", frisa o presidente do PSD. "Se há virtude que eu tenha, é ser muito coerente. Se há defeito que eu tenha, é ser muito coerente", sublinha. Na mesma entrevista, Rui Rio voltou a negar a possibilidade de um acordo legislativo com o Chega, ainda que essa seja a única via para a formação de um governo à direita.

Depois de António Costa e Rio Rio, seguem-se as entrevistas de perfil com Catarina Martins, coordenadora nacional do Bloco de Esquerda, e Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP. Os quatro são os líderes partidários mais antigos em funções nos partidos representados na Assembleia da República na última legislatura, tendo liderado a “geringonça” e a oposição.

LEIA TAMBÉM

- Rio à CNN: "Não quero o eleitorado do Chega. É uma coisa mínima"

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados