Pedro Nuno Santos já aponta Passos como sucessor de Montenegro e "nosso futuro adversário"

1 mar, 19:58

Também Durão Barroso teve direito a resposta: é o “barão” que “abanou o país para ir para Bruxelas

O secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos, apontou Pedro Passos Coelho como o “nosso futuro adversário”, substituindo por isso o atual presidente social-democrata Luís Montenegro.

“Quem convidou Passos Coelho para o comício não fomos nós. Já percebemos que será o nosso futuro adversário, mas neste momento avancemos”, afirmou Pedro Nuno Santos num comício em Castelo Branco.

O candidato aproveitou também para responder a Durão Barroso, depois de este o ter chamado de imaturo. Pedro Nuno Santos lembrou que foi no tempo deste “barão”, “que abandonou o país para fugir para Bruxelas”, que começou o caminho de empobrecimento de Portugal.

Pedro Nuno Santos lembrou também o cabeça de lista da AD por Santarém, Eduardo Oliveira e Sousa, que admitiu milícias armadas de agricultores para responder a roubos.

“Diz que seria o nome para ministro da Agricultura. Deus nos livre!”, reagiu.

“Somos responsáveis por quem apresentamos a eleições. E se nos gabamos, somos responsáveis por aquilo que eles dizem”, reforçou num comício sobreolhado em Castelo Branco.

Antes do comício, na arruada em Castelo Branco, Pedro Nuno Santos já tinha ironizado que é mais difícil o PS ter "barões" a discursar em comícios de campanha, como tem feito a AD, porque só teve nove líderes e não 19 como o PSD.

“Sabe que, no PS, nós só tivemos nove líderes. Eles tiveram 19. Depois andam sempre a tentar desdizer o que os outros disseram antes”, reagiu o secretário-geral do PS.

Relacionados

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados