VÍDEOS: De Bruyne abre o livro e Man. City iguala Liverpool à condição

6 abr, 14:53
Kevin de Bruyne bisou e fez assistência na vitória do City sobre o Crystal Palace (AP Photo/Frank Augstein)

Triunfo em casa do Crystal Palace por 4-2 não foi suficiente para ultrapassar o líder, devido à diferença de golos

O Manchester City precisava de bater o Crystal Palace por uma diferença de quatro golos para chegar ao topo da classificação da Premier League e a verdade é que a equipa de Pep Guardiola marcou quatro golos, numa grande exibição de Kevin de Bruyne, mas consentiu dois e, com o resultado em 4-2, fica-se pelo segundo lugar, com os mesmos pontos do que a equipa de Jürgen Klopp que, este domingo visita Old Trafford.

Falhou, assim, o assalto à liderança do campeão, numa ronda que contempla um grande jogo em Old Trafford, numa partida em que o Crystal Palace até foi o primeiro a marcar, logo aos 3 minutos, numa transição rápida, com finalização de Mateta.

O Manchester City, com Rúben Dias a titular, mas com Bernardo Silva e Matheus Nunes no banco, reagiu em força, com Kevin de Bruyne a liderar a equipa e a marcar o golo do empate dez minutos depois. Um grande golo, por sinal, com o internacional belga a rematar cruzado da quina da área.

O Manchester City terminou a primeira parte por cima do jogo, mas foi só no início do segundo tempo, aos 47 minutos, que conseguiu colocar-se em vantagem, com Rico Lewis a rematar do coração da área para o 2-1.

Em vantagem, o City ganhou embalo e voltou a marcar, aos 66 minutos, mais uma vez com De Bruyne em plano de destaque, a invadir a área e cruzar atrasado para a finalização fácil do incontornável Erling Haaland.

Mais quatro minutos e novo golo, novamente com a assinatura de Kevin de Bruyne, desta feita, com um remate com o pé esquerdo da quina da área. Com dois golos e uma assistência estava definitivamente encontrado o homem do jogo e o City ficava, nesta altura, a apenas um golo do primeiro lugar.

No entanto, a última palavra foi do Crystal Palace que, aos 86 minutos, fixou o resultado final em 4-2, com um remate de primeira de Edouard.

Matheus Nunes e Bernardo Silva ainda foram chamados à contenda, nos últimos instantes do jogo, mas o Manchester City não marcou mais golos e, desta forma, não conseguiu melhor que chegar ao segundo lugar, ficando agora com os mesmos pontos do que o Liverpool e mais dois do que o Arsenal, os rivais que ainda vão jogar.

Confira a classificação da Premier League

Relacionados

Patrocinados