Suspeito de abuso sexual e pornografia detido pela PJ tinha na sua posse vários conteúdos digitais de pornografia de menores

Agência Lusa , AM
18 mar, 11:45
Polícia Judiciária

Denúncia foi feita pelos representantes legais de um menor que o homem de 22 anos aliciava desde o ano passado

A Polícia Judiciária (PJ) deteve em flagrante delito um homem de 22 anos, suspeito de crimes de abuso sexual e pornografia, incluindo práticas sexuais abusivas com menores de 14 anos.

Em comunicado, a PJ descreve que a investigação teve início numa denúncia contra desconhecido pelos representantes legais de um menor, que vinha sendo aliciado, desde o ano passado.

O aliciamento terá ocorrido através de ‘chats’ e redes sociais, “no sentido de lhe facultar conteúdos de natureza íntima/sexual, bem como para encontros desse cariz”, lê-se na comunicação da PJ.

“Foi possível chegar, numa primeira fase, à identidade do suspeito e, posteriormente, à sua detenção”, acrescenta esta polícia de investigação.

Na posse do suspeito foram encontrados vários conteúdos digitais que integram o conceito de “pornografia de menores”.

De acordo com a PJ, alguns conteúdos terão sido produzidos pelo suspeito, sendo possível vê-lo em práticas sexuais abusivas com vítimas menores de 14 anos.

Desta operação resultou, ainda, a apreensão de vários equipamentos de telecomunicações e informáticos.

A investigação foi titulada pelo Ministério Público de Valongo, do distrito do Porto, e levada a cabo pela PJ através da Diretoria do Norte.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Lidas

Patrocinados