Furacão Fiona ganha força ao aproximar-se de Porto Rico

Agência Lusa , MJC
18 set, 17:17
Porto Rico (AP)

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou o estado de emergência

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos da América anunciou hoje que a tempestade tropical Fiona ganhou força, transformando-se em furacão ao aproximar-se de Porto Rico, depois de passar por Guadalupe, causando extensas inundações e matando uma pessoa.

Com ventos até cerca de 128 quilómetros por hora, o furacão ameaça agora a costa porto-riquenha com chuvas torrenciais e deslizamentos de terras.

O furacão Fiona encontra-se a cerca de 80 quilómetros da cidade de Ponce, no sul de Porto Rico, tendo a ilha sido colocada em estado de alerta na sexta-feira, com o governador Pedro Pierluisi a apelar às pessoas para se protegerem.

Ainda como tempestade tropical, o Fiona tinha causado estragos à passagem por Guadalupe, na noite de sexta-feira, com a água a subir mais de metro e meio nalguns locais. Um homem morreu arrastado, com a sua casa, pelas águas de um rio.

Já hoje, o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou o estado de emergência em Porto Rico, tendo ordenado ao Departamento de Segurança Interna e à Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA) que realizem os esforços necessários para "salvar vidas, proteger a propriedade, a saúde e a segurança pública, e evitar uma catástrofe nos 78 municípios" da ilha.

Relacionados

Clima

Mais Clima

Patrocinados